Ford Puma ST-Line X 1.0 Ecoboost MHEV

Quem o viu e quem o vê

TESTE

Por Vítor Mendes da Silva 10-01-2021 09:30

Fotos: Gonçalo Martins

O novo Puma é resposta da Ford ao crescimento extraordinário na procura de SUV compactos e desportivos, propondo automóvel com o formato da moda, pensado de raiz e dirigido a quem privilegia a emoção à razão e valoriza a imagem. Muito.

O Puma regressa ao portefólio da Ford como automóvel desenhado a partir de folha em branco e com as medidas e proporções que justificam o posicionamento na categoria dos SUV compactos, ao lado de modelos como Renault Captur, Peugeot 2008 & Cia.

Do antecessor, um estiloso coupé de 2+2 lugares que a Ford produziu sobre a base do Fiesta há vinte anos, o novo Puma herda o nome com peso e um tipo de cliente que valoriza a imagem.

O SUV compacto também é baseado na plataforma do Fiesta, mas é maior do que o utilitário de que deriva: com cerca de 4,2 m de comprimento, o Puma é 20 cm mais comprido do que o Fiesta, sendo também ligeiramente mais largo e alto. Ainda assim, apresenta uma linha de tejadilho baixa e inclinada para SUV, criando uma silhueta forte e facilmente reconhecível. Amko Leenarts, diretor de Design da Ford Europa, liderou equipa com a missão de «criar o automóvel mais bonito que os clientes já compraram», pensando este pequeno SUV como objeto de democratização do design na gama da oval azul.

O bom número de reações que fomos colhendo ao volante da nossa unidade teste diz-nos que o objetivo foi cumprido. Mais ainda com a adoção do Pack Exterior ST-Line (966 €), que acrescenta jantes liga leve de 19” e spoiler traseiro entre os vários elementos que reforçam o caráter desportivo que está no ADN do novo modelo no catálogo do fabricante norte-americano. E, se a imagem da carroçaria convence, o cockpit assume apresentação mais convencional. Existe monitor de 8’’, a cores e tátil, no centro do painel de bordo, que se combina com a instrumentação também digital, com 12,3’’ e totalmente configurável, mas sem a apresentação moderna de alguns rivais na categoria. Compensa com o cuidado empregue na montagem, elogiando-se, ainda, a qualidade dos revestimentos das superfícies.

Ainda no interior do novo Puma é automóvel, destaque para as soluções de versatilidade, oferecendo com 401 litros de capacidade mínima, e com espaço adicional para arrumações sob o piso, o Ford MegaBox, que permite, por exemplo, acomodar dois sacos de golfe em posição vertical. Esta solução liberta 80 litros num espaço com 763 mm de largura, 752 mm de comprimento e 305 mm de profundidade, no qual podem colocar-se objetos até 115 cm de altura.

No lançamento do modelo, gama limitada a versões com tecnologia Eco- Boost Hybrid que a Ford também colocará no Fiesta e no Focus. A tecnologia mild-hybrid associa o conhecido 3 cilindros 1.0 Turbo a sistema elétrico alimentado por rede de 48V. Este motor desempenha várias funções: arranca a mecânica a gasolina, recupera energia durante as desacelerações e as travagens, que armazena em bateria de iões de lítio e apoia o tricilíndrico, exigindo-se resposta mais enérgica e veloz, mas nunca movimenta o automóvel de forma autónoma. Nesta variante de 155 cv, o sistema fornece empurrão elétrico que permite disfarçar qualquer atraso na entrada em ação do turbo no motor térmico, mediante a entrega de um máximo de 50 Nm suplementares na aceleração. Esmagando o pedal da direita para espicaçar convenientemente a mecânica, o Puma engrossa a voz, com sonoridade de escape que é trabalhada, mas nada artificial, e que aumenta se selecionamos o modo Desporto, o mais racing de cinco programas de condução disponíveis, e se torna mais envolvente à medida que as rotações do motor sobem ou que a carga do acelerador aumenta, em nada fazendo crer que sob o capot trabalha pequenote 3 cilindros.

Até porque acelera como motor grande: vide a medição de 0 a 100 km/h, que arrumámos em 8,8 s, 0,2 s abaixo do valor homologado pela marca!

Além da entrega muito progressiva por parte do mil a gasolina, é mecânica que se mostra forte desde muito baixos regimes (cortesia da combinação turbo e sistema mild hybrid). E desde que o regime se mantenha balizado entre as 1500 e as 4500 rpm qualquer retoma de velocidade se realiza de forma expedita, sinal também de que o escalonamento da caixa de seis velocidades serve os propósitos deste versão no topo da gama, rápida e precisa.

Tudo isto, obviamente, sem perder pitada do que é o ADN da marca. Por isso, dinamicamente, às credenciais reconhecidas da base que também serve o Fiesta soma-se o eixo de torção posterior, mais rígido, por contar com amortecedores maiores, casquilhos exclusivos e batentes otimizados, para redução do atrito e reforço do chassis, para poderem conter de forma eficaz os movimentos da carroçaria, potenciados em curva. Assim consegue combinar de forma tão brilhante o formato de compacto da moda que não compromete na condução de todos os dias e credenciais dinâmicas que lhe garantem o estatuto de referência na classe quando o assunto é condução mais animada...

A posição de condução é 6 cm mais elevada do que no Fiesta, o que não é nada se pensarmos que o Puma é uma espécie de SUV. Os bancos com ótimos apoios certificam que o condutor irá sentir-se bem amparado mesmo em estradas mais sinuosas e resolvidas em ritmos mais afoitos, enquanto se notam algumas outras marcas de desportividade, como nos pedais em alumínio, na face do punho do seletor da caixa ou no volante em pele perfurada com ótima pega.

Com mood mais familiar, ideal para explorar as potencialidades do modo Eco, o Puma conduz-se com leveza e som discreto do motor, mas nota-se mais interventiva a tecnologia que permite recuperar e armazenar energia na desaceleração e travagem para carregar a pequena bateria de iões de lítio, sentindo- se o carro abrandar quando o queríamos solto e a rolar… Contudo, resulta: em modo poupança, conseguem-se consumos na casa dos 5 l/100 km.

Os programas Escorregadio e Trilho intervêm no funcionamento do controlo de tração e garante-nos alguma liberdade de movimentos, se circularmos sobre gravilha e terra, que limitam a aderência. Mas se pensa com este automóvel atrever-se em radicais momentos de evasão por trilhos e caminhos austeros, não vá por aí…

O Puma encontrará na sua categoria a oposição de algumas feras, dos bem-sucedidos Nissan Juke e Renault Captur, este último best-seller na classe, sem esquecer o recém-chegado Peugeot 2008. No ataque às referências, o modelo da Ford aposta todas as fichas na imagem, sem que a sobrevalorização do desenho face à funcionalidade não significa falta de qualidades neste capítulo. Face ao Fiesta, que lhe serve de base, a versatilidade sai melhorada pela maior facilidade na entrada e saída dos habitáculos, e há ainda superior funcionalidade devida aos acessos mais práticos à área de carga. O mild hybrid com 155 cv convence

Ler Mais

Ficha Técnica

Caracteristicas

FORD Puma

ST-Line X 1.0 Ecoboost MHEV

Motor
Arquitetura 3 cilindros em linha
Capacidade 998 cc
Alimentação Inj. direta, turbo, intercooler
Distribuição 2 a.c.c./12v
Potência 155 cv/6000 rpm (+16 cv )
Binário 220 Nm/3000 rpm (+ 50 Nm)
Transmissão
Tração Dianteira
Caixa de velocidades Manual de 6 velocidades
Chassis
Suspensão F Ind. McPherson
Suspensão T Eixo de torção
Travões F/T Discos ventilados/Discos
Direção/Diâmetro de viragem Elétrica/10,5 m
Dimensões e Capacidades
Compr./Largura/Altura 4,207/1,805 /1,534 m
Distância entre eixos 2,588m
Mala 401-1161 litros
Depósito de combustível 41 litros
Pneus F 215/50 R18
Pneus T 215/50 R18
Peso 1280 kg
Relação peso/potência 8,25 kg/cv
Prestações e consumos oficiais
Vel. máxima 205 km/h
Acel. 0-100 km/h 9 s
Consumo médio 5,7 l/100 km
Emissões de CO2 130 g/km
Garantias/Manutenção
Mecânica 2 anos sem limite de km
Pintura/Corrosão 3/12 anos
Intervalos entre revisões 30000 km
Imposto de circulação (IUC) 102,81 €

Medições

FORD

Acelerações
0-50 km/h 3,3 s
0-100 / 130 km/h 8,8 s
0-400 / 0-1000 m 16,3 s
Recuperações
40-80 km/h 3.ª 4,9 s
60-100 km/h 3.ª/4.ª/5.ª 5,1/6,5/8,9 s
80-120 km/h 4.ª/5.ª/6.ª 7,4/8,3/11,7 s
Travagem
100-0/50-0km/h 39,7/9,3 m
Consumos
Consumo médio 6,3 l/100km
Autonomia 666 km

Conte-nos a sua opinião 0

TESTE