Kia XCeed T-GDi GT Line

Candidato a desportivo

TESTE

Por Ricardo Jorge Costa 28-11-2022 21:18

Fotos: Gonçalo Martins

A Kia modernizou o XCeed com ligeiros retoques na estética exterior e interior, reforçou-lhe a tecnologia a bordo e estreou-o com linha de equipamento desportivo GT Line, a mais comum da marca coreana. Versão exclusiva com imagem acutilante promissora de performances condizentes por motor a gasolina 1.6 Turbo de 204 cv e caixa automática de dupla embraiagem. Fomos saber se cumpre o que promete! 

No exterior deste crossover compacto que mede mais 3 centímetros de altura do que o Ceed, berlina comparável na gama Kia e os bancos dianteiros também 4 centímetros elevados do que aquele modelo em que se baseia, são novos os grupos óticos em LED, a grelha foi redesenhada e no para-choques dianteiro sobressaem aplicações em preto e novas entradas de ar. Restyling que confere ao XCeed GT Line uma imagem desportiva e claramente mais desportiva do que os seus pares de gama. A coisa promete.

E ainda para mais contribuem, igualmente, as janelas com moldura dos vidros em cromado escuro e as avantajadas jantes em liga leve de 18 polegadas, compondo visual com desenho realmente especial, sem ser indiscreto, e o mesmo na seção traseira da carroçaria, onde o difusor (na zona inferior) com acabamento cromado e os revistos farolins compostos por múltiplos hexágonos, em assinatura luminosa noturna exclusiva, não destoam do ‘look sport’.

O interior, a cosmética desportiva desta versão GT Line é muitíssimo mais discreta, mas elogiam-se os bancos com corretos apoios que cumprem a preceito a função, e o volante com a parte inferior (ligeiramente) plana. Há mais alguns detalhes, poucos, e nada mais de encher o olho.

O mesmo poderá dizer-se do painel de instrumentos, que mede 12,3 polegadas e tem grafismos atualizados, e o monitor do sistema multimédia é de 10,25’’ e fácil de utilizar, mas ambos sem serem paradigma de modernidade. De resto, são elementos transversais à gama renovada do XCeed.

A versão GT Line reserva-se ao motor estreante com idêntica predisposição desportiva, pelas performances mais estimulantes que confere ao automóvel. Trata-se de um bloco 1.6 turbo a gasolina de quatro cilindros (T-GDi), a debitar 204 cv e 265 Nm, associado a uma caixa automática de dupla embraiagem com sete velocidades. Rendimento não falta. 

E cumpre. Desta mecânica, aferimos elasticidade e consistência em ampla faixa de regime, com elevado débito energético imediato e desenvolvimento linear, alicerçado no ‘boost’ do turbocompressor, garantindo respostas prontas, sem deslumbrarem. De resto, a motricidade é plena, sem que ocorram deslizamentos no eixo dianteiro, para onde é transmitida a potência/binário mercê de correto escalonamento da transmissão.

Os números das prestações falam por si: aceleração 0-100 km/h não demora mais do que 7,5 segundos, que sem ser própria de um ‘hot-hatch’, permite ao XCeed agradar a condutores que gostam de sentir a potência sob o pé direito e resposta a cada pressão no pedal. A velocidade máxima chega aos 220 km/h, refletindo a muita energia disponível do motor T-GDi.

Em contraponto, o consumo revela-se comedido para motor com este nível de potência, situa-se, sem dificuldade ou truques de economia, na casa dos 7 litros por 100 km. Mas não se exagere no acelerador! 

O comportamento dinâmico acompanha a acutilância do grupo propulsor. A suspensão, apesar de não ter sido profundamente revista ou ter afinação específica para este GT Line, sente-se a rigidez sem afetar o conforto, garantindo estabilidade ao automóvel a ritmos mais elevados em curva. Todavia, não se pode pedir mais eficácia a um crossover com altura livre ao solo de 184 mm. A direção também não tem modificações sensíveis, mas pediam-se para ser responsiva às solicitações do condutor, ainda que esteja longe de ser vaga.

Este XCeed de 204 cv, sem ser um desportivo puro, assegura divertimento na condução, nunca deixando de ser um automóvel para quotidiano e um bom familiar. De resto, como demonstra a generosa capacidade da bagageira: 426 litros.

PREÇO: a partir de 37.175 €

Ler Mais

Ficha Técnica

Caracteristicas

KIA XCEED

T-GDi GT Line

Motor
Arquitetura 4 cilindros em linha
Capacidade 1591 cc
Alimentação Injeção direta, turbo, intercooler
Distribuição 2 a.c.c./16 v
Potência 204 cv/6000 rpm
Binário 265 Nm/1500 rpm
Transmissão
Tração Dianteira
Caixa de velocidades Automática de 7 vel. de dupla embraigem
Chassis
Suspensão F Ind. McPherson
Suspensão T Eixo multibraços
Travões F/T Discos ventilados/Discos
Direção/Diâmetro de viragem Elétrica/10,4 m
Dimensões e Capacidades
Compr./Largura/Altura 4,395 / 1,826 / 1,495 m
Distância entre eixos 2,65m
Mala 426-1378 litros
Depósito de combustível 50 litros
Pneus F 235/45/18
Pneus T 235/45/18
Peso 1456 kg
Relação peso/potência 11,6 kg/cv
Prestações e consumos oficiais
Vel. máxima 220 km/h
Acel. 0-100 km/h 7,5 s
Consumo médio 7,1 l/100 km
Emissões de CO2 161 g/km
Garantias/Manutenção
Mecânica 7 anos/150.000 km
Pintura/Corrosão 3/12 anos
Intervalos entre revisões 30000 km
Imposto de circulação (IUC) 173,41 €

Medições

KIA

Acelerações
0-50 km/h 3,3 s
0-100 / 130 km/h 7,7 / 11,7 s
0-400 / 0-1000 m 15,5 / 27,9 s
Recuperações
40-80 km/h (D) 3,2 s
60-100 km/h (D) 3,8 s
80-120 km/h (D) 4,5 s
Travagem
100-0/50-0km/h 35,2/9,5 m
Consumos
Consumo médio 7,5 l/100km
Autonomia 668 km

Conte-nos a sua opinião 0

TESTE