Peugeot 508 SW PSE

Do caldeirão da poção mágica

TESTE

Por Paulo Sérgio Cardoso 22-05-2022 07:00

Fotos: Gonçalo Martins

Esta gaulesa caiu no caldeirão da poção mágica preparada pela PSE (Peugeot Sport Engineered), com ingredientes PHEV para animar uma nova fórmula desportiva. Qual Obélix contra os romanos, os 360 cv ‘viram-se’ contra a concorrência germânica.

Com o lançamento do 508 PSE, a Peugeot já admitiu que toda a futura linhagem desportiva da marca estará assente em tecnologia PHEV, tendo a competição servido de trampolim e laboratório de desenvolvimento do projeto híbrido – recorde-se a presença no Campeonato do Mundo de Resistência (WEC), categoria a que regressou na presente época.

Por isso, o mais potente dos Peugeot da atualidade recorre à combinação do motor 1.6 turbo a gasolina de 200 cv com duas unidades elétricas, uma por eixo (110 cv à frente e 113 cv atrás), suficiente para um máximo de 360 cv/520 Nm, que podem ainda ser combinados com o formato familiar (e extremamente elegante) da carrinha 508. Tudo assinalado com visual a rigor, dominado por diversos apêndices aerodinâmicos (destaque para a proeminência das lâminas junto às cavas das rodas), saídas de escape ou defletor traseiro, com a bênção do verde ‘Kryptonite’ que a Peugeot escolheu para batizar o universo PSE a dar nas vistas por entre as formas angulosas e desportivas do 508 – recorde-se a ausência de moldura nas portas, ao melhor estilo coupé.

O conjunto técnico está apoiado nas capacidades da tração integral (garantida pelo motor elétrico posterior), caixa automática de 8 velocidades, suspensão de amortecimento variável de leis diferenciadas face aos 508 normais, o mesmo se passando com o alargamento de vias, dimensões de rodas e jantes, baixamento da altura ao solo e sistema de travagem. O que ficou por melhorar? Talvez a direção, que continua algo desmultiplicada (3 voltas entre topos) e o tato e sensibilidade do pedal de travão, que por culpa da função regenerativa do sistema híbrido não proporciona a consistência que um desportivo deste calibre merece. A caixa de velocidades consegue ser rápida nas trocas, só que pouco acutilante nas reduções; e a sonoridade de escape nunca consegue gerar o entusiasmo ligado às rápidas acelerações.

Consciente de tudo isto, a Peugeot evoca um conjunto de novas sensações, assentes numa nova forma de ser desportivo. Que no 508 PSE se traduzem em enorme estabilidade direcional, elevados níveis de conforto e assinalável suavidade. Através dos cinco modos de condução é possível personificar a forma como esta carrinha lida com a estrada e com o conjunto motriz, sendo que apenas em ‘Desporto’ entrega os 360 cv e os 520 Nm de binário. Em ‘4WD’ fica garantida a tração integral e em ‘Elétrico’ propulsão 100% livre de emissões (assinalada para o exterior por intermédio de luz azul atrás do espelho retrovisor central). Assim haja carga na bateria de 11,8 kW (capacidade total) que no nosso teste não durou para mais que 36 km nas diversas tentativas realizadas, mas que deixam esta 508 PSE rolar em cidade com assinalável serenidade.

Assente numa elevada capacidade motriz, a 508 SW cola-se à estrada e curva com rapidez e distinção, preferindo rodar a velocidades elevadas em estrada aberta do que ter de lidar com encadeados de curva, onde se intensifica a sensação de peso elevado do conjunto. Garantidas estão rápidas acelerações e retomas de velocidade, enquanto proveito da espontaneidade da entrega elétrica, somada ao enorme pulmão do 1.6 turbo nos altos regimes – e assim bastam 25 segundos para abater o quilómetro de arranque, onde nas nossas medições chegou já a mais de 210 km/h reais.

A acompanhar esta toada de novo e requintado desportivo, versátil, espaçoso e confortável, o habitáculo surge dominado por cuidados revestimentos e bancos específicos, em Alcantara, apaparicados por ajustes elétricos e com vários programas de massagem. O sistema de som Focal refina o ambiente em viagens (e o quanto esta carrinha adora devorar quilómetros em autoestrada de bom piso!), enquanto a bagageira pode seguir atestada até generosos 530 litros, sem cortes com a adoção dos componentes do sistema PHEV.

BMW, Mercedes e Volvo têm dominado este segmento de carrinhas híbridas Plug-In de elevada performance. A Peugeot quer ir mais longe, incluindo afinações específicas capazes de promover a distinção dinâmica e não apenas servir-se dos dotes de potência e binário afetos à tecnologia PHEV. Esta 508 SW PSE consegue-o muito bem, revestindo-se de uma imagem diferenciada (e quiçá até mais exclusiva!), muitos equipamentos de conforto e segurança, sem perder os dotes familiares. O tom verde ‘Kryptonite’ irá marcar esta nova geração de desportivos da marca francesa.

Ler Mais

Ficha Técnica

Caracteristicas

PEUGEOT 508

SW PSE

Motor térmico
Arquitetura 4 cilindros em linha
Capacidade 1598 cc
Alimentação Inj. direta turbo, Intercooler
Distribuição 2 a.c.c./16v
Potência 200 cv/6000 rpm
Binário 300 Nm/3000 rpm
Motor elétrico
Tipo -
Potência 113 cv (F)+110 cv (T)
Binário 320 Nm (F)+166 Nm (T)
Bateria Iões de lítio
Capacidade da bateria 11,8 kWh
Módulo Híbrido
Potência 360 cv
Binário 520 Nm
Transmissão
Tração Integral
Caixa de velocidades Automática de 8 vel.
Chassis
Suspensão F Ind. McPherson
Suspensão T Ind. multibraços
Travões F/T Discos ventilados/Discos
Direção/Diâmetro de viragem Elétrica/10,8 m
Dimensões e Capacidades
Compr./Largura/Altura 4,790/1,860/1,420 m
Distância entre eixos 2,8m
Mala 530-1780 litros
Depósito de combustível 43 litros
Pneus F 245/35 R20
Pneus T 245/35 R20
Peso 1875 kg
Relação peso/potência 5,2 kg/cv
Prestações e consumos oficiais
Vel. máxima 250 km/h
Acel. 0-100 km/h 5,2 s
Consumo médio 2 l/100 km
Emissões de CO2 46 g/km
Garantias/Manutenção
Mecânica 2 anos sem limite de km
Pintura/Corrosão -
Intervalos entre revisões 30000 km
Imposto de circulação (IUC) 137,14 €

Medições

PEUGEOT

Acelerações
0-50 km/h 2,5 s
0-100 / 130 km/h 5,6/8,7 s
0-400 / 0-1000 m 13,9/25 s
Recuperações
40-80 km/h (D) 2,6 s
60-100 km/h (D) 3,4 s
80-120 km/h (D) 3,7 s
Travagem
100-0/50-0km/h 33,4/8,6 m
Consumos
Consumo médio 5,2/8,5 l/100km
Autonomia 600 km

Conte-nos a sua opinião 0

TESTE