BMW M440i xDrive Coupé

Condução muito desportiva

TESTE

Por José Caetano 07-11-2021 07:00

Fotos: Gonçalo Martins

Na geração nova do Série 4 Coupé, abaixo do topo de gama M4, encontra-se esta versão M440i xDrive Coupé com mecânica de 6 cilindros e 3 litros que não dispensa uma fórmula de eletrificação, caixa automática de 8 velocidades e tração integral. Privilegiando-se a condução desportiva, este automóvel é mais do que atrativo.

A mudança de paradigma em marcha não elimina a paixão pelos automóveis, mas mecânica a gasolina é, ainda, mecânica a gasolina! O prenúncio de um ponto final nos motores térmicos, consequência da proibição à circulação nas agendas políticas de muitos países, cola-lhe o rótulo de espécie em risco de extinção. Logo, enquanto podemos, desfrutemos.

Na versão M440i xDrive do BMW Série 4 Coupé, propõem-nos mecânica de 6 cilindros e 3 litros com injeção direta e sistema de sobrealimentação com duas turbinas. Mas, sinal dos tempos, para progresso na eficiência energética sem qualquer retrocesso penalizador para as performances e o prazer na condução, mais importantes nos desportivos, somou-se-lhe tecnologia híbrida simples, com rede elétrica complementar de 48V. A máquina elétrica de 8 kW/11 cv é alimentada por bateria de iões de lítio com 0,53 kWh de capacidade e assiste o motor de combustão interna (ocasionalmente…), substitui o alternador e atua como gerador. Esta fórmula, no plano teórico, diminui os consumos e as emissões de gases de escape, por isso contribuindo para o cum­primento de objetivo que todos os fabricantes perseguem. Na prática, média abaixo de 10 l/100 km é missão impossível, embora a BMW reivindique só 7,5 l/100 km.

O M440i xDrive Coupé com 4,7 m de comprimento tem duas portas e quatro lugares. Como é muito comum nos automóveis com este formato, os acessos aos bancos traseiros são pouco amplos e cómodos e a liberdade de movimentos na área posterior do habitáculo também não impressiona. A bagageira tem 440 litros. Na categoria, na comparação apenas com os rivais, há melhor (450 litros no A5 Coupé), há pior (380 litros no Classe C Coupé). O condutor instala-se muito confortavelmente e numa posição baixa, encontrando-se os bancos desportivos M (1030 €), que têm apoios excecionais.

O habitáculo apresenta-se muito bem construído, sublinhando-se a qualidade quer dos materiais, quer da montagem. A BMW, no Série 4 novo, não ignorou as tendências do momento no automóvel, com a digitalização na pole position. O M440i xDrive encontrava-se equipado com a versão de topo do Live Cockpit – chama-se Professional e, integrado no Pack Innovation obriga a investimento suplementar de 5154 €. No sistema, com o software (7.0) mais moderno da marca alemã, ecrã de 12,3’’ para a instrumentação e 10,25’’ para o info-entretenimento. Ambos admitem personalização da apresentação e da informação, mas só o segundo disponibiliza diversas modalidades de acesso, incluindo a tátil, que é de série, e a gestual, que também está integrada no Pack Innovation. Por beneficiar de acesso à Internet, este programa é atualizado de forma remota com regularidade. Somam-se-lhe Bluetooth, Apple CarPlay ou Android Auto.

O sistema tem, também, programa de reconhecimento vocal, que ativamos em botão no volante ou através das palavras «Olá BMW». E, assim, selecionam-se várias funções do carro. No mesmo monitor, complementarmente, elegem-se os diversos modos de condução, incluindo o Individual que adapta o Série 4 Coupé às preferências do condutor. Neste menu e nos comandos na consola entre os bancos dianteiros, encontram-se quatro propostas: Adaptive, Comfort, Eco Pro e Sport. Amortecimento, caixa, direção e motor, em função da seleção, tornam-se mais ou menos reativos.

A BMW tem imagem desportiva e o Série 4 Coupé, na versão M440i xDrive, sublinha-a, pois trata-se de automóvel muito ágil que entra com facilidade em curva, característica reveladora das capacidades atléticas de chassis com direção precisa e rápida e travões muito potentes e resistentes à fadiga (no equipamento da M, discos sobredimensionados). A suspensão com amortecimento adaptativo (620 €) filtra bem os pisos e elimina os rolamentos da carroçaria nas transferências de massa. As rodas de 19’’ (1990 €) asseguram uma aderência excecional. O controlo eletrónico de estabilidade tem três níveis de atuação: ligado, desligado e MDM. No terceiro, exploram-se os limites (extensos...) do carro sem comprometer a segurança, pelo menos de forma excessiva, por permitir um controlo progressivo das reações de sobreviragem, com o apoio do xDrive, sistema de tração integral que privilegia, preferencialmente, as rodas posteriores.

A mecânica de 6 cilindros, poderosa, reage sempre com prontidão aos movimentos no acelerador, beneficiando do escalonamento corretíssimo da caixa automática – este sistema proporciona-nos experiência mais desportiva por dispor de um programa manual, que operamos de forma sequencial em patilhas no volante. Ativando-o no modo Sport, desativa-se o kick-down, função que reduz as relações automaticamente e diminui o regime de funcionamento de motor com sonoridade expressiva, devido a escape que soma emoção à condução.

Os números do M440i xDrive Coupé são muito desportivos, vide o 0-100 km/h em 4,1 s que medimos durante este teste, registo que implode até o anunciado pelos alemães (4,5 s), com os pneus largos montados no eixo traseiro (255/35) a explicarem resultado tão eletrizante! E o fôlego do 3.0 biturbo, com os 500 Nm disponíveis entre as 1900 e as 5000 rpm, expressa-se, igualmente, na rapidez das recuperações, também devido ao funcionamento impecável de uma caixa que é tão rápida como suave.

O M440i xDrive Coupé com motor de 6 cilindros, caixa automática de 8 velocidades e quatro rodas motrizes tem capacidades dinâmicas excecionais e mais do que satisfaz os fãs da condução desportiva. Deve-as à combinação otimizada de motor e caixa, à atuação da tração integral e às capacidades de chassis com direção precisa, suspensão adaptativa e travões sobredimensionados. Na BMW, regra sem exceção, equipamentos a menos, ou opcionais a mais.

Ler Mais

Ficha Técnica

Caracteristicas

BMW M440i

xDrive Coupé

Motor
Arquitetura 6 cilindros em linha
Capacidade 2998 cc
Alimentação Inj. direta, turbo, intercooler
Distribuição 2 a.c.c./24v
Potência 374 cv/5500-6500 rpm
Binário 500 Nm/1900-5000 rpm
Transmissão
Tração Integral permanente
Caixa de velocidades Automática de 8 velocidades
Chassis
Suspensão F Ind. McPherson
Suspensão T Ind. Multibraços
Travões F/T Discos ventilados
Direção/Diâmetro de viragem Elétrica/12 m
Dimensões e Capacidades
Compr./Largura/Altura 4,770/1,852/1,393 m
Distância entre eixos 2,851m
Mala 440 litros
Depósito de combustível 59 litros
Pneus F 7,5jx18-225/45 R18
Pneus T 8,5jx18-255/40 R18
Peso 1815 kg
Relação peso/potência 4,85 kg/cv
Prestações e consumos oficiais
Vel. máxima 250 km/h
Acel. 0-100 km/h 4,5 s
Consumo médio 7,5 l/100 km
Emissões de CO2 170 g/km
Garantias/Manutenção
Mecânica 2 anos sem limite de km
Pintura/Corrosão 3/12 anos
Intervalos entre revisões 30000 km
Imposto de circulação (IUC) 567,59 €

Medições

BMW

Acelerações
0-50 km/h 1,5 s
0-100 / 130 km/h 4,1/6,3 s
0-400 / 0-1000 m 12,3/22,6 s
Recuperações
40-80 km/h (D) 2,2 s
60-100 km/h (D) 2,4 s
80-120 km/h (D) 3,7 s
Travagem
100-0/50-0km/h 36,7/8,9 m
Consumos
Consumo médio 10,2 l/100km
Autonomia 578 km

Conte-nos a sua opinião 0

TESTE