Honda CR-V 1.5 VTEC Turbo Elegance

Riqueza funcional

TESTE

Por Paulo Sérgio Cardoso 25-01-2020 19:05

Fotos: Gonçalo Martins

Simplicidade. Talvez a melhor palavra para definir, no seu todo, esta quinta geração do Honda CR-V, SUV de apuradíssimo espírito prático e que inclui nesta versão 1.5 turbo a gasolina, na base da gama, qualidades que podem fazer esquecer a ausência de motorização Diesel – quer se queira, quer não, ainda o principal alvo das preferências no segmento...

O 4 cilindros turbo de 1,5 litros é mecânica já conhecida da gama Civic, tendo no CR-V sido alvo de pequenas alterações técnicas de forma a otimizar o binário nos regimes mais baixos (perdendo 7 cv), algo que possibilita uma entrega viva e espontânea desde cedo, quase nunca obrigando a espevitar rotações. Como tal, rolando-se nos regimes baixos e médios, é bem possível conseguir-se consumos abaixo dos 7 litros aos 100 km, marca interessante em motor a gasolina de 173 cv, com a segurança de que, sempre que se seja preciso, a potência emerge na forma de lestas acelerações – por exemplo, este CR-V baixou da marca dos 30 segundos (mais precisamente, 29,8 s) para alcançar o primeiro quilómetro após o arranque!

Em utilização calma e quotidiana, o bloco a gasolina pouco ou nada se ouve, fazendo a ponte para a generalizada toada de suavidade do CR-V, acompanhada pelo toque amanteigado de todos os comandos, caso de pedais, direção e, em particular, caixa de velocidades. Mas, puxando pelas rotações, o ruído sobe de forma exponencial, pelo que o melhor será usufruir do CR-V na sua (quase exímia) toada mais familiar!

As portas, que abrem quase a 90º, permitem acesso amplo e facilitado a qualquer dos lugares, com foco nos traseiros, onde o espaço para pernas é o maior de todos os SUV deste segmento. A ausência de túnel central, no chão, aliada à ampla largura do habitáculo, permite ao CR- -V acomodar com alguma facilidade três pessoas no banco traseiro, onde não faltam saídas de climatização. Atrás, a bagageira não teme em levar as tralhas de todos, com imensos 561 litros, havendo ainda espaço para acomodar roda suplente estreita sob o piso. Só a chapeleira poderia contar com uma pega mais prática. O rebatimento de bancos é fácil, possível de operar a partir da mala, dando origem a piso totalmente plano e a uma plataforma de quase 2 metros até às costas dos bancos dianteiros!

O lugar do condutor está bem servido por bancos cómodos, em tecido, e colocação perfeita do comando da caixa. Os locais de arrumo são abundantes, em particular o gigantesco alçapão que existe sob o apoio de braços central.

O que poderá não agradar (ou a não desencadear paixões) será a decoração, em particular o acabamento a imitar madeira e o aspeto de alguns plásticos, que não faz justiça à excelente montagem e robustez geral, que culmina numa imensa sensação de suavidade rolante, sem ruídos oriundos da suspensão, e sempre com ampla capacidade de amortecimento, mas sem que o CR-V evidencie macieza extra ou que se deite nas curvas.

A acompanhar tudo isto, há que contar com justa oferta de equipamento, principalmente entre as ajudas à condução, sem deixar de lado a presença de sistema de navegação. Só terá faltado design interior mais convidativo e a expressar superior modernidade.

Não há neste segmento SUV que ofereça as características familiares do CR-V – espaço para passageiros e malas – nem igual sentido prático. E poucos são tão confortáveis ou capaz de transmitir igual sensação de conforto e robustez em estrada. Mas quase toda a concorrência apresenta interior de visual mais atraente e sofisticado... Motor 1.5 Turbo a gasolina alia-se à suavidade inerente ao conjunto.

Ler Mais

Ficha Técnica

Caracteristicas

HONDA CR-V

1.5 VTEC Turbo Elegance

Motor
Arquitetura 4 cilindros em linha
Capacidade 1498 cc
Alimentação Inj. direta, turbo, intercooler
Distribuição 2 a.c.c./16 v
Potência 173 cv/5600 rpm
Binário 220 Nm/1900-5000 rpm
Transmissão
Tração Dianteira
Caixa de velocidades Manual de 6 velocidades
Chassis
Suspensão F Ind. McPherson
Suspensão T Duplos triângulos
Travões F/T Discos ventilados/Discos
Direção/Diâmetro de viragem Elétrica/11,4 m
Dimensões e Capacidades
Compr./Largura/Altura 4,600/1,855/1,679 m
Distância entre eixos 2,663m
Mala 561-1756 litros
Depósito de combustível 54 litros
Pneus F 7,5jx18 - 225/60 R18
Pneus T 7,5jx18 - 225/60 R18
Peso 1501 kg
Relação peso/potência 8,7 kg/cv
Prestações e consumos oficiais
Vel. máxima 211 km/h
Acel. 0-100 km/h 9,3 s
Consumo médio 7,5 l/100 km
Emissões de CO2 167 g/km
Garantias/Manutenção
Mecânica 7 anos sem limite de km
Pintura/Corrosão 3/12 anos
Intervalos entre revisões 15000 km
Imposto de circulação (IUC) 171,18 €

Medições

HONDA

Acelerações
0-50 km/h 3,3 s
0-100 / 130 km/h 9,2 / 14,6 s
0-400 / 0-1000 m 16,5 / 29,8 s
Recuperações
40-80 km/h 3.ª 5,9 s
60-100 km/h 3.ª/4.ª/5.ª 5,8 / 7,6 / 10 s
80-120 km/h 4.ª/5.ª/6.ª 9,4 / 10,1 / 13 s
Travagem
100-0/50-0km/h 39,4 / 9,6 m
Consumos
Consumo médio 7,4 l/100km
Autonomia 770 km

Conte-nos a sua opinião 1

nocudele
27-01-2020 00:22

Tenho um crv touring awd automático (vivo nos EUA), turbo com 191 cv de potência! Em termos de conforto, espaço, economia e potência é o melhor! Na mesma categoria não há toyota, subaru,ford,nissan ou mazda que se lhe compare!

TESTE