Nissan Qashqai DIG-T 160 cv

Quantos são?!

TESTE

Por Vítor Mendes da Silva 20-11-2019 10:35

Fotos: Gonçalo Martins

Apesar de a Nissan ser dona e senhora da fórmula do sucesso – que inventou em 2006 –, a marca japonesa não levanta o pé do acelerador num segmento que é cada vez mais concorrencial, com oposição numerosa e de qualidade. O Qashqai mantém o invejável estatuto de best-seller, assente em combinação vencedora: imagem, modernizada com especial mestria na passagem de gerações, qualidade de construção acima de suspeita, dimensões, espaço habitável e de carga de tamanho satisfatório, compromisso equilibrado entre conforto e dinamismo e motorizações adaptadas a todos os gostos e carteiras.

Na última atualização do SUV, reforço da gama de propulsores a gasolina, com novo e moderno 1.3 DIG-T, resultante de sinergia celebrada entre a Aliança Renault/Nissan/Mitsubishi e a Daimler, disponível no Qashqai em versões de 140 e 160 cv, por preços que arrancam nos 26.900 euros.

Neste teste, variante mais musculada que ostenta variados argumentos técnicos inovadores e a conceção compacta. Nesse domínio destaca-se a configuração da cabeça dos cilindros, assim como o revestimento dos mesmos, além da adoção de filtro de partículas, nova válvula e-wastegate (turbo) de controlo elétrico, câmara de combustão redesenhada e fricção interna reduzida. Recursos ao serviço da compatibilidade necessária com as normas de controlo de emissões mais exigentes, mas, também, da agradabilidade da condução, porque à quase total ausência de ruído de funcionamento, soma-se a disponibilidade acima da média.

Com 160 cv, a declinação mais potente do 1.3 DIG-T substitui 1.6 mais potente, com 163 cv, mas... fora de forma! Cumprindo novos requisitos em matéria de emissões poluentes, o novo motor a gasolina surpreende também pela aceleração vigorosa, mas mais ainda pela progressividade com que responde aos movimentos do pedal da direita, com elasticidade de... Diesel!

Depois, sublinhar que as ótimas prestações deste moderno bloco a gasolina harmonizam-se com as boas credenciais dinâmicas de modelo com simplificada arquitetura de suspensões posteriores com eixo de torção. No SUV japonês, a afinação de amortecimento tem ênfase na firmeza para restringir os movimentos transversais da carroçaria nas transferências de massa mais fortes, como as que sucedem nas mudanças de direção, em curva, por exemplo, mas nunca provocando prejuízo grave do conforto de rolamento.

A forma célere como o 1.3 DIG-T é capaz de empurrar o SUV da Nissan é, sem duvida, fortíssimo trunfo, mensurável quer nas respostas, quer nas acelerações, apoiando-se na bem escalonada e muito precisa caixa manual de seis velocidades, quer nas retomas de velocidade desde baixos regimes, embora nestas se tenha de acautelar o alongamento das últimas relações (5.ª e 6.ª), o que contribui para potenciar a economia do consumo.

Neste teste, a média de consumo fixou-se nos 7,2 l/100 km, registo copiado a papel químico do que aferimos ao volante do Qashqai equipado com o outro motor a gasolina na gama, com menos 20 cv a puxar, o que é uma mais-valia desta mecânica de 160 cv. Mas, atenção, como a maioria dos blocos a gasolina, o apetite do 1.3 DIG-T mostra-se logo sensível à pressão do acelerador...

A Nissan aposta forte no processo de amadurecimento do seu modelo best-seller, seja na manutenção de imagem consensual sem ser aborrecida, que é sinónimo de muitas vendas, seja reforçando-o com mais e melhores conteúdos. A chegada a gama de motor a gasolina novo, mais potente e económico (cumpre as normas Euro 6 d-Temp), sobretudo numa fase em que o Diesel está em clara desaceleração, é upgrade sensacional!

Ler Mais

Ficha Técnica

Caracteristicas

NISSAN QASHQAI

DIG-T N-CONNECTA 160 cv

Motor
Arquitetura 4 cilindros em linha
Capacidade 1332 cc
Alimentação Inj. direta, turbo, intercooler
Distribuição 2 a.c.c./16v
Potência 160 cv/5500 rpm
Binário 260 Nm/2000 rpm
Transmissão
Tração Dianteira
Caixa de velocidades Manual de 6 velocidades
Chassis
Suspensão F Ind. McPherson
Suspensão T Eixo de torção
Travões F/T Discos ventilados/Discos
Direção/Diâmetro de viragem Elétrica/10,72 m
Dimensões e Capacidades
Compr./Largura/Altura 4,394/1,806/1,590 m
Distância entre eixos 2,646m
Mala 401 (430) - 1598 litros
Depósito de combustível 55 litros
Pneus F 7jx18 - 215/55 R18
Pneus T 7jx18 - 215/55 R18
Peso 1435 kg
Relação peso/potência 10,25 kg/cv
Prestações e consumos oficiais
Vel. máxima 200 km/h
Acel. 0-100 km/h 8,9 s
Consumo médio 5,7 l/100 km
Emissões de CO2 130 g/km
Garantias/Manutenção
Mecânica 3 anos ou 100.000 km
Pintura/Corrosão 3/12 anos
Intervalos entre revisões 30000 km
Imposto de circulação (IUC) 136,72 €

Medições

NISSAN

Acelerações
0-50 km/h 3,1 s
0-100 / 130 km/h 9,1 s
0-400 / 0-1000 m 15,6 s
Recuperações
40-80 km/h 3.ª 5,3 s
60-100 km/h 3.ª/4.ª/5.ª 5,5/7,1/9,3 s
80-120 km/h 4.ª/5.ª/6.ª 8/9,5/12 s
Travagem
100-0/50-0km/h 37,6/9,5 m
Consumos
Consumo médio 7,2 l/100km
Autonomia 764 km

Conte-nos a sua opinião 0

TESTE