Toyota bZ4X em Portugal. Os preços e gama do SUV elétrico

Atualidade

Por AF 18-11-2022 06:02

Estão a chegar a Portugal as primeiras 250 unidades do Toyota bZ4X, inédito SUV 100% elétrico da gama Toyota. Após a fase inicial de pré-vendas, os valores sifreram pequenas alterações, começando agora nos 52.990 € (ou 43.082 € sem IVA , para empresas) para a versão de entrada, Exclusive.

O Toyota bZ4X, SUV elétrico de 4,690 m de comprimento (mais 90 mm que o RAV4) estreia-se em Portugal com a variante de tração dianteira com motor elétrico de 204 cv/265 Nm alimentado por bateria de 71,4 kWh, o que permite o anúncio de autonomia para até 511 km (versão Exclusive) baseada num consumo médio homologado de 14,9 kWh/100 km, segundo o ciclo WLTP. A aceleração de 0-100 km/h cumpre-se em 7,5 segundos e a velocidade máxima está limitada a 160 km/h.

Ligado a carregador rápido de 150 kW, bastam cerca de 25 minutos para repor 80% da capacidade da bateria. Já numa tomada doméstica serão precisas perto de 30 horas para garantir uma carga total, com o bZ4X a estar ainda preparado com um carregador de bordo a 11 kW - 6h30 m para repor 100% da bateria.

Embora de comprimento aproximado ao do RAV4, face a este, o bZ4X tem superior distância entre-eixos (2,850 m, ou seja, mais 160 mm), o que contribui para interior espaço, com muito espaço para pernas no banco traseiro. O acesso ao habitáculo é também simplificado devido ao plano e posição dos bancos, os quais são ainda extremamente confortáveis. Devido ao design rebaixado da zona frontal, está garantida a homologação enquanto Classe 1 nas portagens nacionais, mesmo sem Via Verde.

A posição de condução elevada permite uma boa perceção dos limites exteriores da carroçaria. A relação entre o painel de instrumentos (colocado muito distante) e a coluna de direção (comprida) pode obrigar a um posicionamento de recurso do volante de forma a que este não corte a visibilidade da instrumentação. Embora o interior esteja bem servido de locais de arrumo - incluindo espaço fechado na consola central para acomodar o telemóvel enquanto carrega no berço indutivo - lamenta-se a ausência de porta-luvas em frente ao passageiro.

O sistema multimédia convence quer pela qualidade gráfica, quer pelas 12,3'' do painel tátil (exceto na versão de acesso, de apenas 8''); por baixo ficam os comandos da climatização e funções relativas à condução, caso do comando rotativo da caixa de velocidades e os botões de ativação do modo de condução Eco e do sistema Regeneration Boost, induzindo este uma superior travagem regenerativa, mas muito ligeira e que não leva o veículo até à imobilização total (fixa-se nos 6 km/h).

Só através da aplicação MyT é possível consultar a percentagem da carga da bateria, uma vez que as informações a bordo apenas elucidam sobre a autonomia. A aplicação permite ainda funcionalidades várias, como verificar histórico da manutenção, aceder ao significado de luzes de aviso, planear viagens ou agendamentos de períodos de carregamento da bateria.

Em Portugal, a versão Exclusive inclui elementos como jantes em liga leve de 18'', sistema multimédia em ecrã de 8'', abertura elétrica do portão da bagageira, cruise control adaptativo, climatização automática 'duas zonas', reconhecimento de sinais de trânsito, sistema pré-colisão, assistente de faixa de rodagem ou câmara traseira de ajuda ao estacionamento.

A versão intermédia, Premium, com preço de 56.190 € (ou 45.683 € sem IVA), soma os bancos revestidos parcialmente a pele, aquecidos e com ajustes elétricos para o condutor; sistema multimédia com ecrã de 12,3'', carregador sem fios para telemóvel, spoiler traseiro, vidros escurecidos e sensores de estacionamento à frente e atrás.

No topo da gama fica a versão Lounge, 61.590 € (50.074 € sem IVA), que acrescenta à Premium as jantes em liga leve de 20'', pintura Bi-tone, bancos em pele com ajustes elétricos e memórias para o condutor, sistema de som JBL, aquecimento dos bancos à frente e atrás, sensor de movimento para o sistema elétrico de acionamento da porta da bagageira, câmara de 360º e pinças de travão em azul.

Além da garantia geral de 7 anos ou 160.000 km comum à restante gama, a bateria do Toyota bZ4X está ainda coberta por garantia de 10 anos ou um milhão de quilómetros sobre 70% da capacidade da carga, bastando que se seja cumprido o plano de manutenção anual (ou 15.000 km), com a Toyota a oferecer os primeiros 5 anos (ou 75.000 km) de manutenção preventiva.

A partir de último trimestre de 2023, o bZ4X estará ainda disponível em versão de tração integral, com os 218 cv e 366 Nm anunciados a resultar da combinação de dois motores elétricos (um por eixo), somando-se as valências dos modos de condução do sistema X-Mod que ajustam a eletrónica da tração de cada roda à melhor capacidade motriz para evoluir em diversos tipos de piso.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade