Lamborghini investe 1,8 mil milhões em híbridos plug-in

Atualidade

Por Ricardo Jorge Costa 04-07-2022 18:26

A Lamborghini planeia investir pelo menos 1,8 mil milhões de euros até 2024 para produzir motorizações híbridas plug-in para modelos da gama, montante que exclui o programa de lançamento do primeiro automóvel totalmente elétrico da marca italiana até ao final da década, disse o CEO do construtor com o símbolo do touro, Stephan Winkelmann.

A Lamborghini anunciara, em 2021, a pretensão de investir 1,5 mil milhões de euros para adaptar os seus automóveis atuais – os superdesportivos Huracan e Aventador e Urus (SUV) – a receber motorizações plug-in até o final de 2024. Agora, o fabricante de Sant’Agata Bolognese atualiza esse montante.  

"Destinaremos 1,8 mil milhões, mas, na realidade, será muito mais, o maior investimento na história da Lamborghini Automobili", disse Winkelmann à imprensa italiana, confirmando que o valor não inclui o referido desenvolvimento do modelo elétrico.

"O investimento será enorme, porque temos de enfrentar a era elétrica mantendo os valores do DNA da Lamborghini. Será um desafio muito difícil", declarou o alemão de 57 anos.

Como os seus rivais, Ferrari, Aston Martin e McLaren, a Lamborghini está a estudar como proceder à transferência da sua gama de automóveis para motorizações 100% elétricas sem afetar o alto desempenho que se requer a superdesportivos – com maior ênfase na dinâmica do chassis e na sonoridade dos motores de combustão do que nas performances destes, uma vez que potência não é problema nos EV.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade