Assim serão os Hyundai com cuidados de saúde a bordo

Alcoolizado, indisposto ou distraído. Os automóveis da Hyundai no futuro vão ser capazes de perceber quando o condutor não está fisicamente capaz de assumir o volante.   

Atualidade

Por AF 29-06-2022 15:27

A Hyundai Mobis, divisão de novas soluções, serviços e tecnologias, apresentou o protótipo de posto de condução para futuros veículos autónomos da marca coreana, idealizado para travar os números da sinistralidade. Baseia-se num sistema que monitoriza constantemente os sinais vitais dos condutores, de forma a antecipar e prevenir acidentes.

Batizado como «Smart Cabin Controller», a tecnologia garante que o condutor não poderá assumir o controlo do veículo em caso de indisposição ou qualquer outra causa incapacitante. O sistema capta a informação proveniente de quatro sensores – um de ECG instalado no volante, que mede a frequência cardíaca e as pulsações, outro que mede as ondas cerebrais e outros dois que, instalados no climatizador, medem a temperatura, a humidade e o nível de dióxido de carbono na cabine –, ao mesmo tempo que uma câmara 3D monitoriza a todo o momento a postura ao volante.

Todas as informações são processadas por um poderoso software e analisadas em tempo real, mostrando avisos e advertências no painel de bordo em situações de alarme (fadiga, cansaço ou stress, por exemplo), podendo recomendar uma paragem, abrir as janelas para ventilar o habitáculo de forma autónoma ou assumir mesmo a direção do veículo.

Os responsáveis da Hyundai Mobis explicam que a tecnologia não está pronta para implementação. Idealmente, o próprio veículo vai ser capaz de conduzir o condutor ao hospital em caso de emergência.

Cheon Jae-seung, diretor de P&D da Hyundai Mobis, explicou que a “principal vantagem competitiva é a solução de software desenvolvida para a aplicação da saúde à mobilidade e o controlador que permite o controlo integrado".

"Com base no banco de dados vital único que temos construído, continuaremos a expandir essa tecnologia para fornecer mais recursos, incluindo prevenção de enjoos, gestão de stress e prevenção da condução sob o efeito de álcool.", acrescentou

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade