Novos radares detetam se está a usar o telemóvel ao volante

Atualidade

Por AF 25-05-2022 17:54

As estatísticas revelam que a distração pela utilização de telemóvel ao volante já está entre as principais causas de sinistralidade, a par do excesso de velocidade e de álcool. E estudos pioneiros nesta matéria da influência do gadget mais popular da atualidade na condução indicam que um em cada dois automobilistas não dispensa a utilização do seu smartphone ao volante, especificando inclusivamente muitos automobilistas estarão «viciados no telemóvel». O que significa que não deixam de o utilizar, para fazer ou receber chamadas, escrever ou ler mensagens e consultar dados na Internet, e também para fotografar, gravar ou tirar selfies enquanto estão ao volante de um automóvel.

Para combater o fenómeno, chegou ao mercado nova geração de radares com tecnologias e câmaras especiais para detetar condutores que usam o telemóvel durante a condução.

Na Alemanha os dispositivos já estão em testes e com alta taxa de eficácia. Os radares anti-telemóvel estão montados na via de forma a captar uma ou mais imagens do habitáculo, junto ao posto de condução e permite ver quando o automobilista tem uma (ou as duas) mãos ocupadas com o smartphone.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade