Elétricos ganham expressão na BMW

Atualidade

Por AF 13-10-2021 08:25

De janeiro a setembro de 2021, o Grupo BMW transacionou 59.688 veículos 100% elétricos das marcas Mini e BMW, o que representa acréscimo de 121,4% face a igual período do ano transato. Introduzido em vários mercados no início de 2021, o SUV iX3 foi o maior impulsionador deste resultado, com um total de 20.887 unidades vendidas, sendo que os recém-lançados i4 e iX ainda não contribuíram para estes valores.

O Mini Cooper SE, versão 100% elétrica do popular desportivo, também duplicou as vendas nos primeiros nove meses do ano, com 20.104 unidades transacionadas, representando já perto de 10% das vendas do modelo.

Os próximos anos serão marcados por diversos novos lançamentos eletrificados, com a BMW a prometer versões puramente elétricas do futuro topo de gama Série 7, do SUV X1 e do popular Série 5, o mesmo se passando com o sucessor do Mini Countryman e o já confirmado Rolls-Royce Spectre que será lançado no último trimestre de 2023. Modelos que irão contribuir para o objetivo de aumentos anuais de vendas de elétricos na ordem dos 50%, até 2025. Em 2030, metade dos BMW vendidos serão elétricos.

Nos primeiros nove meses do ano, as marcas do Grupo BMW (BMW, Mini e Rolls-Royce) totalizaram mais de 1,9 milhões de unidades transacionadas, representando um acréscimo de 17,9% face a igual período do ano transato. No somatório de veículos eletrificados, ou seja, entre 100% elétricos e soluções híbridas Plug-In (PHEV), o grupo vendeu 231.576 unidades.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade