Fábrica da Autoeuropa vai parar por falta de componentes

A fábrica portuguesa do Grupo Volkswagen, em Palmela, vai parar a produção durante dez dias: faltam componentes semicondutores para fazer automóveis.

Atualidade

Por VM 14-06-2021 17:07

Depois da crise pandémica, a indústria automóvel está agora a debater-se com uma grave crise de logística, também relacionada com a pandemia de Covid-19. Fábricas em todo o mundo estão obrigadas a parar por falta de componentes semicondutores, os ‘chips’ que são indispensáveis para a construção de vários equipamentos dos veículos.

A redução da procura durante a pandemia obrigou as produtoras de circuitos integrados a adaptarem a produção de chips destinados à indústria automóvel, mas agora a oferta não chega para as solicitações.

Enquanto fabricantes e fornecedores tentam acertar o passo, a mais recente vítima da escassez de ‘chips’ é a fábrica de Palmela do Grupo Volkswagen. A Autoeuropa vai parar desde as 00:00 horas do dia 18 de junho até às 24:00 horas do dia 27, sendo a produção retomada no turno da noite do dia 28 de junho.

Segundo a Lusa, a atividade das unidades de negócio da área de prensas mantém-se e, para os restantes, os dias de ausência serão remunerados.

“A área de montagem irá recuperar os cerca de 4.300 carros já em parque com falta de outras peças. Outras atividades estarão sujeitas à confirmação da sua necessidade”, pode ler-se.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade