Marcas automóveis enviam carta aberta a António Costa

Numa carta aberta ao primeiro-ministro, o setor automóvel em Portugal reclama medidas e apoios semelhantes aos implementados noutros países europeus.

Atualidade

Por VM 13-05-2021 18:23

De acordo com comunicado divulgado pela ACAP, as marcas de automóveis representadas por aquela associação em Portugal enviaram uma carta aberta ao Primeiro-Ministro, onde alertaram para a difícil situação do mercado automóvel em Portugal, o qual continua com a maior queda percentual em toda a União Europeia.

“Logo em maio do ano passado, a ACAP apresentou várias propostas ao Governo para reintrodução de um plano de incentivo ao abate de veículos em fim de vida que permitiria, por um lado, renovar o parque automóvel de forma a contribuir para a necessária descarbonização e, por outro, estimular a procura num sector fortemente afectado pela pandemia.

Este plano foi, logo em junho e julho de dois mil e vinte, implementado pelos Governos de Espanha, Itália ou França.

Ao invés, no nosso país, assistimos mesmo nos últimos meses ao agravamento da carga fiscal para veículos híbridos e comerciais assim como à restrição dos incentivos à compra de veículos eléctricos.

O sector automóvel é determinante para a economia portuguesa e será determinante para a retoma económica”, pode ler-se no documento

ACAP e construtores defendem que o Governo terá de assumir uma atitude responsável sobre este cenário, tendo em conta os “avultados investimentos em Investigação e desenvolvimento, no sentido de novas tecnologias chegarem aos consumidores, contribuindo para a desejada diminuição de emissões”.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade