Giulia GTA: Lenda revisitada

Versão revista e atualizada do modelo superdesportivo do Biscione, com variante otimizada do motor V6 de 2.9 litros biturbo que equipa o Quadrifoglio, mas com potência ‘esticada’ aos 540 cv (mais 30 cv), tem produção limitada a apenas 500 unidades numeradas. Preços arrancam nos 215 mil euros.

Atualidade

Por Vitor M. da Silva 13-05-2021 10:42

Em Balocco, na província italiana de Vercelli, onde a Autodelta desenvolveu o mítico “Gran Turismo Alleggerita” de 1965, antecessor do Giulia GTA, a Alfa Romeo apresentou edição revista e atualizada da berlina desportiva que honra o ADN de marca com história de 111 anos. O novo Giulia GTA é a expressão máxima de estilo, mecânica e prazer de condução, montando o 2.9 V6 Bi-Turbo, potenciado a 540 cv.

Entre as soluções técnicas específicas, aerodinâmica "importada" da Fórmula 1, configuração da suspensão e comportamento dinâmico ainda mais apurado. O projeto contou com as competências da Sauber Engineering e o contributo diferenciado dos pilotos Alfa Romeo Racing ORLEN, Antonio Giovinazzi e Kimi Räikkönen.

Os novos conteúdos ainda incluem jantes de 20” com porca de aperto única, pela primeira vez numa berlina, e sistema de escape central Akrapovic de titânio, com o seu inconfundível som.

Além de uma ampla gama de opções de personalização como parte de uma oferta que lembra o espírito do Giulia GTA de 1965: das cores de carroçaria criadas pelos designers do Centro Stile Alfa Romeo às cores de inúmeros pormenores, como as pinças de travão e, no interior, o roll bar, os cintos de segurança e as costuras. A lenda revisitada...

Da pista para a estrada

A aerodinâmica foi especialmente projetada para aumentar a downforce, recorrendo a perícia técnica que chega diretamente da Fórmula 1, graças à sinergia com a Sauber Engineering. Foram-lhe confiados os apêndices aerodinâmicos, o novo spoiler traseiro, ajustável em 4 posições no GTAm, e o splitter dianteiro ativo, que pode ser prolongado para utilização em pista até 40 mm no GTAm.

Outras das funcionalidades desenvolvidas incluem o sistema de escape central Akrapovic em titânio, integrado no difusor posterior em fibra de carbono e, pela primeira vez numa berlina, as jantes de 20” com porca de aperto única, com pneus Michelin Pilot Sport Cup 2 especialmente selecionados. A pesquisa aerodinâmica no túnel de vento não se limitou aos apêndices aerodinâmicos, centrou-se também no desenvolvimento especial da zona inferior da carroçaria, completamente carenada.

Os GTA e GTAm beneficiam ainda de um novo extrator de ar especial, capaz de aumentar o efeito solo da viatura, garantindo, assim, excelente comportamento dinâmico a altas velocidades. No Giulia GTAm, mais especificamente, a configuração aerodinâmica mais intensa triplica o aumento em comparação com o Giulia Quadrifoglio, até agora a referência na sua classe.

O comportamento dinâmico foi melhorado alargando as vias anteriores do Quadrifoglio 25mm e as posteriores 50 mm e desenvolvendo uma configuração específica dos sistemas da suspensão (a dianteira com dois braços oscilantes e a traseira com braços múltiplos independentes). A preparação específica da suspensão e da direção assegura maior velocidade no arranque e em curva, além de otimizar a estabilidade em todas as superfícies, sem prejudicar o conforto.

Por fim, mas não menos importante, em termos de desempenho, o motor Alfa Romeo 2.9 V6 Bi-Turbo, inteiramente fabricado de alumínio e capaz de libertar nada menos que 510 cv no Giulia Quadrifoglio, chega a uma potência de 540 cv no Giulia GTA, graças ao meticuloso trabalho de desenvolvimento e calibração levado a cabo pelos engenheiros da Alfa Romeo, que reviram o fluxo de refrigeração dos pistões e o desenho das hastes. Também a circulação do ar na refrigeração do motor e nos circuitos de transmissão foi aumentada.

187 cv por litro

Mas potência por si só não é suficiente para assegurar performances extraordinárias. O meticuloso trabalho desenvolvido com o intuito de reduzir o peso do modelo teve resultados particularmente impressionantes: o peso total foi reduzido até 100 kg, graças à adoção de materiais leves, como fibra de carbono no para-choques, guarda-lamas e cavas das rodas dianteiras, e à estrutura monobloco específica dos bancos desportivos em fibra de carbono. Alterações que acrescem aos componentes já incluídos no Giulia Quadrifoglio, como o tejadilho, o capô e a cambota.

Ampla utilização de alumínio no motor, portas, suspensão e diversos materiais compósitos em muitos outros componentes: no GTAm, foi usado um policarbonato nos caixilhos dos vidros laterais e posterior, contribuindo ainda mais para a redução do peso.

A combinação do menor peso com o aumento da potência para 540 cv resulta num desempenho extraordinário. Graças ao sistema Launch Mode, são necessários apenas 3,6 segundos para acelerar de 0 a 100 km/h. Diferente do GTA, o Giulia GTAm oferece configuração de dois lugares e roll bar traseiro, mas, ainda assim, é homologado para utilização em estrada. Na versão GTA, com a mesma potência, o Giulia oferece 5 lugares: um verdadeiro supercarro adequado também para toda a família.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade