Skoda atualiza Kodiaq

Versão revista e atualizada do grande SUV da Skoda chega a Portugal no verão.

Atualidade

Por VM 14-04-2021 14:06

Da República Checa vem um dos mais interessantes SUV do segmento médio-inferior. Chama-se Kodiaq – como tributo a um urso do Alaska –, e repete a fórmula que tem valido à Skoda sucessivos recordes de vendas nos últimos anos: espaço a rodos (no habitáculo e na bagageira), tecnologia avançada (com o selo de qualidade do Grupo VW) e preços mais moderados do que as marcas de maior prestígio do consórcio. Primeira atualização relevante desde o lançamento há quatro anos beneficiou a imagem e as tecnologias que apoiam a condução. Nas motorizações, há um novo bloco TSI com 245 cv para versão desportiva RS.

Entre as novidades, a dianteira levemente retocada, com a adoção de uma grelha mais vertical e novos para-choques mais robustos. Os faróis ficaram mais estreitos, com as luzes de nevoeiro separadas. Sistema Full LED Matrix é uma das opções.

Na traseira, o Kodiaq também recebe novos para-choques com um difusor e um pequeno spoiler superior, a compor a imagem mais desportiva. As jantes em liga leve podem ser de 20 polegadas.

Discreta é também a atualização operada no interior, embora a marca checa anuncie pulo qualitativo importante. Novos revestimentos e a possibilidade de contar com bancos em tecido a partir de materiais recicláveis logo a partir do nível de equipamento Ambition são exemplos dos progressos operados, sendo que o destaque vai para o renovado ecrã tátil central disponível até 9,2”, em combinação com o painel de instrumentos digital com até 10,15”. As versões RS e Sportline têm um volante de três raios.

Motores Diesel e a gasolina

Na gama, cinco motorizações, duas Diesel e três a gasolina. As mecânicas da família EVO estão desenvolvidas para a otimização dos consumos de das emissões, com os turbodiesel no catálogo a anunciarem redução de até 80% nos níveis de NOx. Nos motores a gasolina é o incremento da pressão de injeção até aos 350 bar que vai permitir a redução dos consumos.

O motor 1.5 TSI com tecnologia de desativação de cilindros com 150 cv e caixa de velocidades manual serve de acesso à gama. Segue-se o 2.0 TSI que está disponível na versão de 190 cv e numa nova variante com 245 cv, associada a uma caixa automática DSG de sete velocidades, que é 5,2 kg mais leve que a do modelo que sairá de cena.

Nos Diesel, as versões do 2.0 TDI com 150 ou 200 cv.

 

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade