MCL35M: o McLaren de Norris e Ricciardo

Escuderia britânica é a primeira equipa a apresentar o monolugar para o Mundial de 2021

Fórmula 1

Por José Caetano 15-02-2021 22:57

A McLaren, uma das equipas mais bem-sucedidas na Fórmula 1, com oito títulos de construtores e 12 de pilotos desde a estreia na categoria, no Grande Prémio do Mónaco de 1966 – em 880 corridas, também conseguiu 182 vitórias, 155 ‘pole positions’ e 488 pódios! –, foi a primeira escuderia a apresentar o monolugar para o Mundial de 2021, que tem início marcado para 28 de março, no circuito de Sakhir, no Bahrein.

 

O MCL35M parece-se com o MCL35 com que a McLaren terminou o campeonato do ano passado na 3.ª posição, atrás da campeã Mercedes-AMG e da Red Bull-Honda, mas existem muitas novidades no monolugar, nomeadamente no capítulo aerodinâmico, devido às alterações no regulamento técnico, que serão muitíssimo mais relevantes em 2022, com a introdução da geração nova de monolugares na Fórmula 1.

 

A McLaren mantém o azul e o laranja como combinação cromática dominante numa carroçaria que ‘esconde’ a mudança mais importante no monolugar. Pela primeira vez desde 2014 e após experiências malsucedidas com Honda (2015-2017) e Renault (2018-2020), a escuderia tem unidades de potência da Mercedes, recuperando-se, assim, uma parceria de sucesso que valeu muitos sucessos entre 1995 e 2014.

 

Também na dupla de pilotos, novidades! A equipa que tem Zak Brown como diretor-executivo e Andreas Seidl como responsável técnico mantém Lando Norris, de 21 anos, piloto britânico que prepara a 3.ª temporada na Fórmula 1, mas contratou Daniel Ricciardo para substituir Carlos Sainz Jr, o espanhol que trocou a McLaren pela Ferrari. O australiano de 31 anos tem 188 grandes prémios e três vitórias em 10 temporadas na categoria, com as equipas HRT (2011), Toro Rosso (2012-2013), Red Bull (2014-2018) e Renault (2019-2020).

 

Amanhã, em Silverstone, Inglaterra, beneficiando de regulamento que autoriza sessões de filmagens antes dos testes de pré-temporada, Norris e Ricciardo sentar-se-ão pela primeira vez aos comandos do MCL35M, máquina que tem como missão principal recolocar a McLaren no lugar mais alto de um pódio na Fórmula 1, o que não acontece desde a última corrida do Mundial de 2012, ganha por Jenson Button, então parceiro  de… Lewis Hamilton, que trocou a escuderia inglesa pela Mercedes após o final de temporada que a equipa de Woking acabou em 3.º entre os construtores, atrás da Red Bull-Renault, que também venceu o título de pilotos, com o alemão Sebastian Vettel, e da Ferrari.

 

Os testes de pré-temporada realizar-se-ão em Sakhir, no Bahrein, entre 12 e 14 de março. O novo AlphaTauri-Honda tem apresentação programada para sexta-feira, dia 19.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 3

Polana
16-02-2021 23:09

Fan da McLaren desde os anos 60. Com este motor (Mercedes) voltarão a ir longe e ter sucesso (pódios). Força McLaren.

O_Glorias
16-02-2021 11:40

fizeram bem em corrigir a data da estreia da mclaren na F1 que obviamente não era 1996, era escusado terem eliminado o meu comentario onde vos alertei para tal erro.

Caribenho95
16-02-2021 08:45

Hoje em dia prefiro ver a Moto GP. A fórmula 1 está uma seca. De qualquer forma que a minha equipa, a McLaren, tenha sucesso.

Fórmula 1