Filipe Albuquerque tem equipa nova no IMSA

Campeão da Europa e do Mundo de Resistência troca Cadillac pela Acura e assina pela Wayne Taylor Racing para a edição de 2021 do campeonato norte-americano

Automobilismo

Por José Caetano 24-11-2020 18:55

Filipe Albuquerque, depois das muitas vitórias e títulos em 2020 (em LMP2, ganhou as 24 Horas de Le Mans e o título mundial de resistência, resultado a que somou a vitória no Europeu!), prepara 2021 com novidade importante: o piloto mantém o compromisso no campeonato norte-americano (IMSA), mas muda de marca (e máquina), da Cadillac (DPi-V.R.) para a Acura (ARX.05), e tem equipa nova (Wayne Taylor Racing).

 

Albuquerque junta-se ao campeão em título, Ricky Taylor, com o objetivo de terminar a temporada no topo da classificação. A Wayne Taylor Racing permite-lhe essa ambição! A equipa estreou-se no IMSA em 2007 e, desde então, somou três vitórias nas 24 Horas de Daytona, duas nas 12 Horas de Sebring e três em Petit Le Mans, que são as corridas mais mediáticas do campeonato norte-americano. Alexander Rossi e Helio Castroneves juntar-se-ão ao português e ao norte-americano nas provas mais longas de época com 12 etapas (arranque a 30 e 21 de janeiro, em Daytona, na Florida).

 

“Estou muito feliz com este projeto. É uma das melhores equipas do campeonato e está sempre na luta pelas vitórias. Conheço os meus companheiros de equipa, todos adversários no passado! Estão reunidas as condições para o sucesso”, disse Filipe.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Automobilismo