Nissan transforma Leaf em veículo de apoio a catástrofes

Ao atuar como uma estação de alimentação portátil, este Nissan Leaf especial pode fornecer eletricidade suficiente para alimentar um lar médio europeu durante seis dias.

Atualidade

Por Vitor M. da Silva 01-10-2020 12:32

Os desastres naturais são a principal causa das falhas de energia. E quando ocorrem, o tempo para que o abastecimento elétrico seja recuperado é normalmente de 24 a 48 horas, de acordo com a gravidade dos danos. Durante esse período, os automóveis elétricos podem ser usados para fornecer abastecimento móvel de emergência e com emissões zero. É neste contexto que a Nissan acaba de revelar o Re-Leaf, o protótipo de automóvel 100% elétrico para resposta a emergências, concebido para um abastecimento móvel de energia após desastres naturais ou eventos climatéricos extremos, modificado para evoluir em zonas de catástrofes naturais, por estradas cobertas por destroços, alagadas ou muito danificadas.

O concept possui fichas de carregamento à prova de água montadas diretamente no exterior do automóvel, o que permite que os dispositivos de 110-230 V sejam alimentados a partir da bateria de iões de lítio de alta capacidade do automóvel. Está especialmente pensado para atuar em cenários de desastre, fornecendo um abastecimento totalmente móvel de energia para apoio no processo de recuperação. O sistema de gestão de energia integrado pode colocar em funcionamento equipamento médico, de comunicações, iluminação e outros aparelhos de suporte de vida.

Helen Perry, Diretora de Automóveis de Passageiros Elétricos e Infraestrutura para a Nissan na Europa, comentou: «Através da Mobilidade Inteligente da Nissan estamos constantemente a explorar formas de os automóveis elétricos puderem melhorar as nossas vidas, para além do transporte de pessoas e cargas com emissões zero. Protótipos como o RE-LEAF mostram a aplicação possível de VE na gestão de desastres e demonstram que a tecnologia mais inteligente e limpa pode ajudar a salvar vidas e a fornecer uma maior resiliência para o futuro».

O Nissan Re-Leaf utiliza a capacidade de carregamento bidirecional do Nissan Leaf, uma funcionalidade de série do modelo desde a sua introdução em 2010. Isso significa que o Leaf pode não só "extrair" energia para recarregar a sua bateria de alta capacidade, como também a pode "enviar" de volta para a rede através da V2G (ligação do automóvel à rede elétrica) ou diretamente para outros dispositivos, podendo alimentar vários equipamentos simultaneamente: martelo pneumático elétrico durante 24 horas (36kWh), ventilador de pressão durante 24 horas (21,6kWh), ventilador de cuidados médicos intensivos durante 24 horas (3kWh), projetor LED de 100 watt durante 24 horas (2,4kWh).

A altura ao solo foi elevada cerca de 70 mm para 225 mm e as modificações incluem proteção do cárter, vias mais largas (+90mm na dianteira e +130mm na traseira), cavas das rodas personalizadas e pneus todo-o-terreno em jantes de 17”.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade