Novos Dacia Sandero e Logan: mais modernos e sem Diesel no final do ano

Novas gerações dos compactos da marca romena do Grupo Renault com mais equipamentos e imagem modernizada

Atualidade

Por Vitor M. da Silva 29-10-2020 12:16

De uma assentada, a Dacia prepara a chegada das novas gerações dos dois modelos mais compactos e acessíveis no seu catálogo. Versões revistas e atualizadas do Sandero, incluindo o Sandero Stepway, e do Logan, que chegarão ao mercado com imagem modernizada, mais e melhores conteúdos, mas com a promessa de um posicionamento de preço que continuará a ser imbatível.

O Sandero é o automóvel mais vendido na Europa, desde 2017, a clientes particulares. É também o modelo Dacia mais produzido, com um acumulado de perto de 2,1 milhões de unidades, ou seja, 32% das vendas da marca desde 2004. O Sandero Stepway, a versão aventureira do Sandero, representa 65% deste total, o que significa mais de 1,3 milhões de exemplares. E a dupla incorpora o maior número de novidade preparadas pelo construtor romeno do Grupo Renault. Destaque para estreia de uma nova assinatura luminosa, com óticas dianteiras e traseiras redesenhadas em forma de Y e a adoção de um para-brisas mais inclinado que, com o tejadilho mais baixo, permitiu a criação de um conjunto de linhas mais fluídas.

Mas, mais importante, a adoção de plataforma moderna, a CMF-B que serve de base aos atuais Clio e Captur.

Com a altura ao solo mais elevada (+ 41 mm relativamente ao Sandero, sobretudo graças a um diâmetro de pneus aumentado), o Sandero Stepway mantém elementos específicos para uma maior diferenciação face ao novo Sandero como, por exemplo, o capô dianteiro ou o logotipo cromado Stepway por debaixo da grelha dianteira ou os imponentes alargadores das cavas de rodas e embaladeiras reforçadas com uma textura específica.

Já novo Logan apresenta-se com linhas mais fluídas e dinâmicas, estando ligeiramente mais comprido, e incorporando alguns dos elementos de estilo mais destacados no Sandero, como são a luminosa em Y, e o novo design de vários elementos como, por exemplo, as pegas das portas. No interior, o raio ao nível dos joelhos dos passageiros traseiros aumentou 42 mm. E a bagageira é também uma das maiores do mercado (segmento B), com uma capacidade de 528 litros. Para facilitar o acesso, o limiar de carga foi rebaixado 19 milímetros.

A mala do novo Logan está equipada ainda com um inédito sistema organizador: quatro separadores amovíveis entre si podem ser instalados para dividir a bagageira em 4 espaços diferentes, com um tamanho modulável em função das necessidades. Este organizador é amovível para que todo o volume do Novo Logan possa ser plenamente aproveitado.

Nos Novos Sandero, Sandero Stepway e Logan, estão disponíveis três sistemas multimédia: Media Control, Media Display e Media Nav.

Na gama de motorizações, duas opções a gasolina, o SCe 65 (não disponível no Sandero Stepway), conhecido 3 cilindros 1.0 atmosférico, associado a uma caixa manual de 5 velocidades, o TCe 90, também tricilindrico 3 cilindro, sobrealimentado e combinado com uma caixa manual de 6 velocidades ou uma caixa automática do tipo CVT, e o TCe 100 ECO-G: um novo bloco de 3 cilindros 1.0 turbo, com bicarburação GPL, associado a uma caixa manual de 6 velocidades.

O motor TCe 100 ECO-G (o depósito de GPL está instalado no lugar do pneu sobressalente) é também uma opção nas novas gamas.

 

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade