Ian Callum reedita Vanquish em nome próprio

Para o criador, a obra estava inacabada...

Atualidade

Por Vitor M. da Silva 03-08-2020 19:16

Callum Vanquish 25 by R-Reforged, assim se chama a reedição do icónico modelo da Aston Martin que Ian Callum, o antigo patrão do estilo da Jaguar, se propôs a revisitar com o apoio técnico de empresa suíça especializada na preparação de desportivos. “É raro que um designer tenha a oportunidade de rescrever a história de um dos carros que criou. Eu queria fazê-lo há muito tempo e juntamente com a R-Reforged conseguimos algo especial. O Vanquish era perfeito para o seu tempo. Mas eu sabia que podia ser melhor”, explicou o escocês de 66 anos, que assina agora o seu primeiro projeto em nome próprio.  

Versão revista e melhorada do modelo desenhado para a Aston Martin em 1995 (produzido a partir de 2001) está deverá iniciar a produção já no próximo mês de setembro, numa série limitada a apenas 25 unidades personalizadas a gosto. Face ao desenho original, Callun operou mais de 100 alterações, quase todas de pormenor, incluindo o redesenho do para-choques em fibra de carbono novos faróis e farolins com tecnologia LED e três opções exclusivas para as jantes de 20 polegadas. No habitáculo, upgrade igualmente cirúrgico, com destaque para a utilização materiais de qualidade superior como é o couro da “Bridge of Weir Leather Company”, pautando por pequenos apontamentos de estilo, como é o caso do relógio amovível da Bremont no painel de bordo ou as aplicações em madeira de nogueira em vez de fibra de carbono. Na lista de acessórios, um conjunto de valiosíssimas malas Mulberry, fabricadas especificamente para equipar o Aston Martin Callum Vanquish 25 by R-Reforged.

Mais potente e fácil de dominar

Face ao protótipo revelado em 2019, a versão de produção passou a dispor de amortecedores da Bilstein que favorecem a estabilidade e a agilidade, além de novas buchas da suspensão, barras anti-aproximação mais rígidas e pneus Michelin Pilot Sport 4 S. O modelo também tem suspensão 10 mm mais baixa e vias 60 mm mais largas, tudo para garantir condução com maior feedback. A feeling da direção beneficia com a adoção de um aro mais fino no volante, enquanto a posição de condução foi rebaixada. A ideia foi encontrar o melhor compromisso entre eficácia e conforto, de acordo com as exigências do mentor do projeto.

O motor V12 com 5,9 litros também foi atualizado, passando a debitar 580 cv de potência (mais 60 cv do que o Vanquish original), com a adoção de um sistema de admissão em carbono e coletores de escape em aço inoxidável. A mecânica pode estar associada a caixa manual ou automática com conversor de binário.

A Europa será o mercado principal desta reedição do Vanquish, com preços a partir dos 600 mil euros antes de impostos.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade