Ineos desiste de fábrica em Portugal

O todo-o-terreno Grenadier já não terá peças construídas em Estarreja, anunciada a suspensão de investimento de 300 milhões de euros para a construção de uma fábrica naquele concelho.

Atualidade

Por VM 05-07-2020 08:08

A INEOS Automotive, que planeava construir uma fábrica para a produção de componentes em Portugal, informou a Câmara de Estarreja que irá suspender o investimento de 300 milhões de euros. Naquele concelho, a empresa britânica iria dispor de linha para o fabrico de peças para o recém-apresentado Grenadier, num projeto que abriria as portas à criação de 500 postos de trabalho diretos.

“A empresa transmitiu à Câmara Municipal de Estarreja a difícil decisão de suspender o investimento”, informa a autarquia em comunicado que também explica que a decisão “nada teve a ver com uma mudança da visão de Estarreja como local de produção”. De acordo com a empresa do ramo automóvel, a “suspensão deve-se a uma reavaliação das opções, face à crise provocada pela pandemia da covid-19”. E aponta responsabilidades “à mudança de paradigma, devido à diminuição da produção regular dos fabricantes de automóveis na Europa”, com o setor a poder registar “uma quebra de vendas na ordem dos 20% a 30%, para os próximos anos”.

Dirk Heilmann, O CEO da Ineos Automotive, explicou que “o novo cenário permitirá à INEOS produzir o Grenadier numa unidade industrial já em funcionamento”, o que “anula os riscos inerentes à construção e arranque de uma nova unidade fabril”.

Já Diamantino Sabina, presidente da Câmara de Estarreja revela que a suspensão do projeto “constitui um duro golpe para o Município” e “um revés naquilo que poderia ser um salto qualitativo em termos económicos e sociais”.

Jim Ratcliffe, milionário britânico ligado à área da petroquímica, lidera o consórcio que se estreia na produção de automóveis com o Ineos Grenadier, modelo especialmente pensado para o todo-o-terreno, robusto, muito versátil e inspirado nas versões comerciais do original Defender, que usará motores de seis cilindros em linha e 3.0 litros fornecidos pela BMW, com potências entre os 260 e os 400 cv.

Na unidade de Bridgend, no país de Gales, a produção do Ineos Grenadier 4×4 deverá ter início no final de 2021, com as primeiras entregas previstas para o início de 2022.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade