Banco do Bahrain salva Grupo McLaren

Fórmula 1

Por Auto Foco 30-06-2020 18:44

O Grupo McLaren chegou a acordo com o Banco Nacional do Bahrain para a concessão de empréstimo no valor de 150 milhões de dólares (cerca de 133,3 milhões de euros!), que resolve os problemas imediatos de liquidez do consórcio britânico proprietário da equipa homónima que ‘acelera’ no Mundial de Fórmula 1, campeonato com regresso à ação marcado para domingo, 5 de julho, no Red Bull Ring, na Áustria.

 

A companhia baseada em Woking, Inglaterra, ‘abanou’ com o impacto da pandemia da COVID-19, que parou tanto a produção como o comércio de carros superdesportivos, e encontrava-se à beira da insolvência, depois do bloqueio dos credores às tentativas de refinanciamento com as vendas de coleção de automóveis e propriedades.

 

A McLaren ‘contra-atacou’ com ação na justiça, mas o ‘socorro’ da instituição bancária ‘salvou-a’! O Banco Nacional do Bahrain é participado por fundo soberano que detém 56% do capital acionista do consórcio britânico. Zak Brown, diretor da equipa, revelou a informação: “Problemas resolvidos! A COVID-19 obrigou-nos a parar tudo, mas este empréstimo permite-nos regresso confiante à atividade», disse o norte-americano.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 1

Polana
04-07-2020 12:09

Espero que não seja para fazer o que sucessivos governos em Portugal fazem. Pedem dinheiro e depois fazem borrada!

Fórmula 1