Hiperdesportivo novo da Lamborghini chama-se SCV12!

Produzir-se-á numa edição muito limitada e destina-se apenas à condução em circuitos, por não dispor de homologação para estrada

Atualidade

Por Auto Foco 23-06-2020 16:10

A Lamborghini Squadra Corse, divisão que prepara todas as máquinas de competição da marca italiana do Grupo VW, aproveitando todos os conhecimentos adquiridos nas corridas de GT, nomeadamente no GT World Challenge que sucedeu ao Blancpain GT Series (2014-1019) e no Intercontinental GT Challenge, desenvolveu hiperdesportivo que poderá conduzir-se apenas em circuito, por não dispor de homologação para estrada. Chama-se SCV12, tem apresentação confirmada para o verão e encontra-se equipado com mecânica atmosférica de 12 cilindros, a mais potente na história do fabricante fundado em 1963 – a promessa é de mais de 830!

 

Desenhado no Lamborghini Centro Stile, em Sant’Agata Bolognese, Itália, o SCV12 tem um sistema de “sobrealimentação aerodinâmica a alta velocidade”, de acordo com os responsáveis do programa de desenvolvimento. Nessas circustâncias, o ‘downforce’ do hiperdesportivo é mais elevado do que nos GT3! O sistema assenta numa tomada de ar dupla no ‘capot’ e numa nervura central que direciona o fluxo do ar para a conduta de admissão no tejadilho. Assim, aproveitando-se o movimento do automóvel, direciona-se a pressão de ar dinâmica para aumentar a pressão de ar estática no coletor de admissão. E, criando-se um maior fluxo de ar no propulsor, aumenta-se a potência. O pacote aerodinâmico também inclui um proeminente repartidor dianteiro, aletas laterais, aletas verticais nas saias laterais e, na traseira, asa traseira de grandes dimensões. A maioria dos componentes são fabricados em fibra de carbono, material que combina leveza com resistência.

 

No SCV12, mais soluções específicas ‘importadas’ da competição e desenvolvidas pela equipa de engenheiros da Squadra Corse, incluindo o chassis em fibra de carbono, que é novo - favorece a relação peso/potência e melhora dinâmica na condução, sobretudo em circuito. A caixa sequencial de 6 velocidades integra a estrutura do hiperdesportivo com tração traseira, arquitetura que reduz o peso e beneficia a distribuição de massa entre os eixos. A suspensão posterior ‘pushrod’ encontra-se instalada diretamente na caixa. Para este hiperdesportivo, a Pirelli desenvolveu pneus ‘slick’, que os italianos montaram em jantes de magnésio (dimensões: 19” à frente, 20” atrás).

 

O SCV12 produzir-se-á nas instalações da Squadra Corse em Sant’Agata Bolognese, em edição hiperlimitada. Os proprietários tornar-se-ão membros de um clube muito exclusivo com acessso a programas de pilotagem avançada nalguns dos circuitos mais famosos do Mundo, com a assistência técnica da Squadra Corse e sob monitorização de Emanuele Pirro, piloto que ganhou cinco edições das 24 Horas de Le Mans.

 

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade