Maserati MC20 acelera nas estradas da Targa Florio

Atualidade

Por Auto Foco 26-05-2020 19:43

Em maio de 1940, a Maserati conseguiu a quarta vitória consecutiva na Targa Florio, a famosa Volta à Sicília organizada entre 1906 e 1997 (depois, a segurança sobrepôs-se e a corrida desapareceu do calendário do desporto automóvel), impondo-se nas 40 voltas ao circuito montado no Parque Favorita. Então, a marca do tridente conseguiu-o com Luigi (‘Gigi’) Villoresi, ao volante de um Tipo 4CL. Em 1939, o piloto italiano também tinha vencido a corrida, mas aos comandos de outro automóvel do fabricante de Modena, o 6CM.

Para assinalar o 80º aniversário de vitória tão importante, a Maserati, a 6.ª marca com mais primeiros lugares na prova (quatro), somando-lhes seis segundos lugares e nove terceiros, regressou à Sicília com um protótipo do superdesportivo MC20, modelo ainda em fase de desenvolvimento, e levou-o a percorrer algumas das estradas mais marcantes na história da Targa Florio, longa e rica, como a reta onde estavam situadas as famosas bancadas Floriopoli.

Prossegue, assim, o desenvolvimento do novo superdesportivo, com testes em diferentes condições de utilização, com o objetivo de recolher dados e informações para terminar o programa e iniciar a produção em série. Depois da primeira ronda de testes, realizados no simulador dinâmico do Maserati Innovation Lab de Modena, em Itália, iniciaram-se os ensaios em circuitos e na estrada.

O MC20 marca o início de era na marca italiana fundada em 1914 e propriedade do consórcio industrial Fiat Chrysler Automobiles (FCA), tanto em termos de estilo como de tecnologia. O superdesportivo é, também, o primeiro modelo do fabricante equipado com motor novo, repleto de inovações tecnológicas, desenvolvido e construído pela própria Maserati.

A marca de Modena, com o MC20 prometido para setembro, pretende sublinhar os seus pergaminhos desportivos e regressar a uma posição de liderança nos circuitos. Em 2010, com o MC12, a Maserati ganhou o Campeonato do Mundo de GT1. O 4CL de 1939 foi concebido por Ernesto Maserati, o mais novo dos quatro irmãos fundadores do fabricante, que tinha por objetivo desenvolver um carro que fosse competitivo na classe ‘Voiturette’.

O 4CL tinha um motor de 4 cilindros com 1491 cc, o primeiro com quatro válvulas por cilindro, dispunha de sistema de sobrealimentação (compressor volumétrico) e encontrava-se ‘apoiado’ por uma caixa manual de 4 velocidades. Este modelo com 220 cv, potência notável para a época, foi construído sobre o chassis do 6CM.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade