Porsche 911 GT3 sempre a 'soprar'... e agora 20 velas

Atualidade

Por Auto Foco 08-08-2019 17:04

Decorreram duas décadas a estreia de um dos automóveis desportivos mais apreciados e desejáveis de sempre, o Porsche 911 GT3, revelado no Salão de Frankfurt de 1999, na geração 996 do 911, a sua versão mais potente e o anunciado sucessor espiritual do lendário 911 Carrera RS 2.7.

O primeiro GT3 tinha motor ‘boxer’ de 3,6 litros com 360 cv e regime máximo de 7800 rpm, a caixa manual de seis velocidades do 993 GT2, suspensão regulável em 30 mm com geometria de eixo específica para o modelo e barras estabilizadoras, um pacote aerodinâmico mais agressivo e submetido a uma cura de emagrecimento para supressão de peso supérfluo.

O resultado foi um dos primeiros desportivos de produção que rodou no mítico circuito de Nürburgring Nordschleife em menos de 8 minutos, conduzido pelo célebre antigo piloto de ralis Walter Röhrl), estabelecendo o novo marco no seu segmento.

A partir daí, a Porsche apresentou uma nova evolução do 911 GT3 a cada três ou quatro anos. Em 2003, a potência subiu para 381 cv com a adoção de tecnologia de comando variável de abertura de válvulas VarioCam, enquanto os travões de carbono passaram a estar disponíveis pela primeira vez, ainda que na lista de opcionais.

Quatro anos mais tarde, o 997 GT3 chegou ainda alimentado por motor de 3.6 litros ‘boxer’ atmosférico, que produzia 415 cv. Esta foi a primeira vez que um GT3 adotou suspensão ativa (PASM).

Em 2010, o 997.2 GT3 estreou-se com novo e maior motor de 3,8 litros, com 435 cv, e o ‘red line’ às 8500 rpm (+100 rpm). Foi a primeira vez que um GT3 de estrada teve jantes com porca central e apoios de motor dinâmicos (opcionais). O PASM também foi recalibrado para melhorar o desempenho em trajetos sinuosos. O 997.2 GT3 rodou o circuito de Nürburgring em 7 minutos e 40 segundos.

O 991 GT3 foi introduzido, pela primeira vez, em 2013, apresentando um novo ‘boxer’ de seis litros de 3,8 litros com 475 cv e que pode subir de regime até às 9000 rpm, além de direção ativa do eixo traseiro e (para desespero da Porsche dos puristas nesta altura) transmissão automática de dupla embraiagem PDK de sete velocidades, de série.

O atual 991.2 GT3 tem motor de 4.0 litros com 500 cv, com a Porsche a ceder às exigências de alguma clientela e a disponibilizar caixa manual de seis velocidades em alternativa à PDK.

Espero que não tenhamos que esperar muito pelo novo 992 GT3, que foi ‘espiado’ em testes de desenvolvimento em várias ocasiões. A Porsche ainda mantém o secretismo sobre a estreia, mas o próximo Salão de Frankfurt, em setembro, vem mesmo a calhar...

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade