Morreu o único japonês que venceu na Ilha de Man

Mitsuo Ito, tinha 82 anos e venceu o Ultra-Lighweight Tourist Trophy em 1963

Motos - Atualidade

Por Paulo Ribeiro 16-07-2019 20:35

Foram poucos, muito poucos mesmo, os não britânicos a vencer na mítica pista de 37,73 milhas em redor da Ilha da Man, na mais famosa road-race do Mundo. Mitsuo Ito foi o primeiro e único japonês a conseguir impor-se, em 1963, com a Suzuki RK67, uma pequena máquina de 50 cc, na corrida de Ultra-Lightweight TT, apenas dois anos após a sua estreia.

A vitória de Ito no Ilha de Man ajudou a estabelecer a Suzuki como marca global, elevando o nome do então pequeno construtor nacional a potência mundial entre as marcas de duas rodas. E abriu caminho para época de ouro da Suzuki nos Grandes Prémios.

Nascido a 1 de janeiro de 1937, começou a correr no Mundial de Velocidade em 1961 e tornou-se especialista de pequenas cilindradas, terminando no quinto lugar da categoria de 50 cc em quatro anos consecutivos, entre 1962 e 1965. Nas 29 corridas feitas durante a carreira conquistou 13 pódios, somando à vitória da Ilha de Man a segunda na última corrida da carreira, no GP do Japão, em 1967.

Retirado das corridas de moto continuou ligado à Suzuki, chegando a competir em quatro rodas, ficando depois responsável pelo desenvolvimento das máquinas e apoiando os pilotos da equipa oficial no Mundial de Velocidade. Trabalhou diretamente com o campeão mundial de 1993, Kevin Schwantz e, pelo caminho, ajudou a projetar a pista de testes de Ryuyo, onde, até hoje, são desenvolvidas testadas todas as novas máquinas da Suzuki.

O triunfo na Ilha de Man em 1963 e forte contributo para o desporto valeu-lhe o direito a integrar o Hall of Fame da federação japonesa de motociclismo (MFJ). O funeral de Mitsuo Ito terá lugar no sábado, em Hammamatsu, cidade japonesa onde está sedeada a Suzuki.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Motos - Atualidade