É Brutale a mais potente (e cara…) naked do Mundo

MV Agusta criou Serie Oro, em edição limitada, apenas para os clientes mais exigentes

Motos - Atualidade

Por Paulo Ribeiro 01-07-2019 16:00

Serão apenas 300 as unidades fabricadas para todo o Mundo. Versão limitada e de exclusividade que se prolonga até ao preço: 43 900 €. Um valor ao alcance de poucos, é certo, mas nada desajustado para a naked mais potente do Mundo, máquina que ganhou o prémio de mais bela no Salão de Milão em 2018, logo no momento da apresentação mundial. Chama-se MV Agusta Brutale 1000 Serie Oro e não vai deixar ninguém indiferente, em atração fatal que vai muito além da beleza exterior, continuando nas soluções tecnológicas e materiais empregues.

Com 208 cavalos de potência (às 13 450 rpm) e velocidade máxima de 300 km/h, destaca-se ainda pela incrível relação peso/potência numa moto de série, com 0,87 kg para cada cavalo disponível! Números alucinantes extraídos do bloco de 4 cilindros e 1000 cc derivado do motor F4 RC que compete no Mundial de Superbikes, que podem ser exponenciados com Kit Racing. Que, graças ao escape SC-Project em titânio e nova unidade eletrónica permite aumentar a potência para 212 cv às 13 600 rpm. Unidade que foi redesenhada, com admissão totalmente revista, tal como a câmara de combustão, novos pistões e cambota, de forma a reduzir peso, aumentar o desempenho e eliminar vibrações.

O conjunto eletrónico, que inclui acelerador Ride-by-Wire, oferece 8 níveis de controle de tração, anti cavalinho ou QuickShift UP&Down, a que se junta o mais sofisticado sistema de travagem no mercado, Brembo Stylema com discos de 32 mm e centralina ABS Bosh 9.1. Continuando em registo da mais elevada qualidade que o dinheiro pode comprar, as suspensões eletrónicas são da Öhlins, com amortecedor traseiro TTX36, que tal como a forquilha dianteira, são geridos por ECU dedicada. Quanto às jantes, em fibra de carbono, dão importante contributo para o baixo peso da MV Agusta Brutale 1000 Serie Oro, de apenas 186 kg.

Iluminação integralmente em LED e faróis de curva, ligados a uma unidade de medição de inércia, que os leva a acender progressivamente em função da inclinação, ou painel TFT a cores, de 5 polegadas e elevada resolução são outros atributos para a ‘boa vida’ a bordo. É que este sistema, além de toda a informação em estrada e possibilidade de configuração para utilização em circuito, controla o sistema de comunicação, com ligação por Bluetooth ao smarphone para gerir chamadas telefónicas, SMS ou ouvir música. Pormenores de exclusividade, sentido prático, leveza e eficácia dinâmica que prosseguem no desenho exclusivo do farol dianteiro, depósito de combustível, carenagem traseira ou o banco do condutor e passageiro. Além da estabilidade aerodinâmica que levou a equipa de engenheiros da MV Agusta, a aplicar os ailerons laterais utilizados no Mundial de Superbikes numa moto que já pode ser encomendada em Portugal.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Motos - Atualidade