Aston Martin Rapide E estreia-se no Mónaco

Atualidade

Por Auto Foco 13-05-2019 18:37

O primeiro elétrico de produção da Aston Martin, o Rapide E, fez sua estreia dinâmica no Mónaco, durante o programa do ePrix de Fórmula E, em Monte Carlo, no último sábado.

O Rapide E, que teve a primeira aparição oficial num salão, em Xangai, em abril, foi conduzido no Mónaco pelo piloto de testes da Aston Martin e três vezes vencedor da 24 Horas de Le Mans, Darren Turner, que disse que o carro "não dececionou, exibindo credenciais de desempenho em pista circuito".

A versão mais potente do Rapide dispõe de dois motores elétricos dianteiros que oferecem uma potência combinada de 612 cv e binário instantâneo de 950 Nm, e são alimentados por uma bateria com capacidade de 65 kWh.

De acordo com a Aston Martin, o sistema, de 800V, permite um carregamento mais eficiente e tem “características térmicas otimizadas comparativamente às arquiteturas elétricas existentes”. Protegida por um invólucro em fibra de carbono e kevlar, a bateria encontra-se no compartimento do motor (V12 de 6 litros na versão de combustão do Rapide) e nos espaços que são ocupados pela transmissão e o depósito de combustível.

"O carro tem o tipo de binário e reposta que se espera de um elétrico, mas a Aston Martin trabalhou arduamente para manter as características dinâmicas ótimas", disse Darren Turner.

O fabricante de luxo britânico construirá apenas 155 unidades do Rapide E na nova unidade de produção em St. Athan, País de Gales, a partir do quarto trimestre deste ano. A Aston Martin também construirá o SUV elétrico da Lagonda, que se beneficiará das tecnologias e experiências derivadas do programa Rapide E.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade