Max Biaggi volta às motos para bater recorde mundial

Experiência da Venturi na Fórmula E para superar os 330 km/h e ajudar a renascer a Voxan

Motos - Atualidade

Por Paulo Ribeiro 16-04-2019 09:45

Presidente da Venturi Automobiles e fortemente apaixonado pela velocidade e inovação tecnológica, Gildo Pastor comprou, em 2010, a falida marca de motos Voxan. Agora, para revitalizar o emblema gaulês, aposta forte em estabelecer novo recorde mundial de velocidade com um veículo elétrico. E nada melhor do que recorrer ao sêxtuplo campeão do mundo (4 títulos de 250 cc, 2 de Superbikes) e amigo de longa data, Max Biaggi. Que, recorde-se, rubricou recorde mundial de velocidade terrestre em 1994, de 164,198 km/h com uma moto elétrica Fazi Egraf, concebida pelo engenheiro Fabio Fazi. Que, desde 2013, é diretor técnico da FIM no Mundial de Superbikes, depois de ter sido responsável pela ciclística de máquinas únicas e tão distintas como a BMW C650 Sport e GT, Voxan 1200 Sport Tourer ou dos projetos de 3 rodas ExNovo e Renault Ublo.

O objetivo de Pastor e Biaggi passa por superar o recorde de velocidade atual na categoria de «motos elétricas movidas pela ação de uma roda em contato com o solo, parcialmente aerodinâmica, abaixo de 300 kg». Para isso foi construída, no Mónaco, a Voxan Wattman, desenhada por Sacha Lakic, com que tentará bater a marca dos 330 km/h, na Bolívia, no verão de 2020. A ideia é deixar para trás os 327,608 km/h alcançados por Jim Hoogerhyde, numa Lightning SB 200.

A tentativa para estabelecer novo recorde terá lugar no salar de Uyuni, na Bolívia, e coincidirá com a celebração do 20º aniversário da Venturi Automobiles como construtor de veículos elétricos. A Voxan Wattman foi criada pela mesmo equipa que desenvolveu o Venturi VFE-05, que compete no Campeonato de Fórmula E, combinando a experiência de fabrico da Venturi com o know-how tecnológico da Ohio State University (OSU), anteriormente envolvida na tentativa bem-sucedida de recorde mundial do dragster Venturi VBB-3.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Motos - Atualidade