‘Hackers’ atacam sistema da Tesla... e levam Model3 para casa!

Atualidade

Por VM 24-03-2019 17:16

Que a Tesla é uma marca diferente não resta qualquer dúvida. E o fabricante norte-americano voltou prova-lo esta semana, quando se tornou na primeira marca de automóveis a participar oficialmente num evento dedicado a piratas informáticos, o Pwn2Own, onde várias empresas colocam à prova a segurança dos seus produtos.

No evento que decorreu em Vancouver, Canadá, a Tesla prometeu oferecer um Model 3 ao primeiro hacker que conseguisse entrar no seu sistema operativo. E assim foi!

A dupla conhecida como Richard Zhu e Amat Cama, que integram equipa conhecida como o Fluoroacetate, em minutos conseguiu entrar no veículo da Tesla e expor todas as suas fragilidades, conseguindo levar para casa prémios no valor de 330.000 euros e um Tesla Model 3 para cada um.

Cama e Zhu 'atacaram' uma falha detetada no navegador da internet que equipa o automóvel, depois usando uma falha na renderização do ecrã multimédia para mostrarem uma mensagem de sua autoria.

Significa que a dupla conseguiu com sucesso driblar o sistema de randomização dos dados da memória que deveriam ser secretos e protegidos.  

Agora a Tesla lançará atualização do sistema de software para corrigir a vulnerabilidade encontrada pelos dois jovens hackers.

 «Colocámos o Model 3 à disposição da mundialmente famosa competição Pwn2Own para nos envolvermos com os membros mais talentosos da comunidade de pesquisa de segurança, com o objetivo de obter exatamente esse tipo de resposta. Essa demonstração exigiu uma quantidade extraordinária de esforço e habilidade, e agradecemos a esses pesquisadores pelo seu trabalho, que nos vai ajudar a garantir que nossos carros sejam os mais seguros nas estradas», afirmou porta-voz da Tesla.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade