Fusão PSA e Fiat-Chrysler cada vez mais próxima

Atualidade

Por Auto Foco 21-03-2019 21:12

As ações da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) e da Peugeot dispararam após a mais recente notícia que sugere a recetividade do fabricante francês a uma fusão com o congénere italo-americano.

O presidente FFP, a ‘holding’ familiar da Peugeot, Robert Peugeot, disse ao jornal francês Les Echos que apoiaria um eventual acordo com a FCA, informou a Reuters. "Com eles, como com outros, os planetas poderiam alinhar-se", disse Robert Peugeot.

Embora a FCA tenha se recusado a comentar essas declarações, as ações deste fabricante aumentaram 5,2% e as da Peugeot 2,7%.

Nas últimas semanas, tanto o presidente do Grupo PSA, Carlos Tavares, como o seu homólogo da FCA, Mike Manley, referiram que estão abertos a fusões. De acordo com o gestor português, a empresa francesa considera a Fiat, a General Motors e a Jaguar Land Rover como parceiros ideais.

A FCA poderia ser o parceiro perfeito para o Grupo PSA, considerando a forte presença da empresa italo-americana em toda a América do Norte. Ao invés, a esmagadora maioria das vendas do Grupo PSA está concentrada na Europa (90% no espaço da União Europeia).

"A PSA está essencialmente restringida à União Europeia, por isso uma aquisição de uma empresa com um alcance mais amplo faria sentido estratégico", disse Arndt Ellinghorst, analista da Evercore ISI.

Uma fusão está há muito está na agenda da FCA. Durante anos, o falecido Sergio Marchionne tentou ativamente unir o grupo que liderava com outro grande construtor mundial, mas seus planos foram adiados por fabricantes como General Motors e outros.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Atualidade