CPT 4X4 – Arranque promissor em Valongo (fotos)

Motores

Por Redação 14-03-2019 22:21

A capital do desporto outdoor, Valongo, recebeu o arranque da edição de 2019 do Campeonato de Portugal de Trial 4x4, pelo segundo ano consecutivo sob alçada da FPAK - Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting.

A pista foi renovada em 50 por cento, sendo que os obstáculos de pedra continuaram a ser o obstáculo mais complicado para homens e máquinas que, claro, fizeram as delícias dos muitos aficionados que se deslocaram a Valongo para assistir à primeira etapa do campeonato.

No que a vencedores diz respeito, após três duras horas de resistência, o campeão absoluto em título, Cláudio Ferreira (Auto Higino), confirmou o favoritismo e venceu na classe Super Proto e em termos Absolutos.

«Entrámos nas calmas, depois apertámos mais um bocadinho e a prova acabou por correr bem, apesar da pista estar dura», salientou o piloto Cláudio Ferreira. 


Chegar, ver e vencer


Na classe Proto, Marcelo Lopes (Team Lucrofusão), antigo navegador, que este ano se estreia como piloto no CPT 4x4, acompanhado pelo experiente Miguel Costa, chegou, viu e venceu.


«Correu bem, é uma experiência nova, com um navegador que admito muito. Conciliámos tudo, não tivemos avarias e a estreia correu muito bem. Melhor estreia não podia ser, estamos muito felizes», realçou Marcelo Lopes. 


Carlos Gomes (Team Rafael e Gomes) estreou-se no Campeonato Portugal de Trial 4x4 e o arranque não podia ter sido melhor, tendo vencido a Classe Extreme.


«Entrei nisto com o meu filho, depois dos passeios de jipes, que é um vício, porque gostamos muito e entrámos com o pé direito», confidenciou Carlos Gomes.

Regresso triunfante


Na Classe Promoção, o bicampeão de 2016 e 2017, João Fernandes, regressou à competição e mostrou que não perdeu o jeito: venceu com grande vantagem e mostrou já à partida deste campeonato que o objetivo é ser campeão.


«Após estar um ano parado e regressar e ficar em primeiro foi muito bom», realçou, sorridente, João Fernandes.


Destaque-se para a participação da dupla Carlos Martins/João Pinto (Reciclopeças Team) na classe UTV/Buggy que, sem concorrência, terminou a prova de resistência com sete voltas ao circuito.
 

Em 2019 estarão também em pista veículos menos preparados, nomeadamente sem roll-bar, que competem na classe FUN, na primeira etapa Tiago Costa/Rodrigo Pinto (Superprint) foram os vencedores. 


No final da prova, Antero Bessa, do Clube TT Trilhos do Nordeste, não escondeu a satisfação pelo sucesso do arranque de mais uma edição do campeonato: «Este terreno é fantástico para a prática desta modalidade e tivemos aqui uma verdadeira prova de trial. Foi um arranque excelente.»

De salientar que a próxima etapa terá lugar no Crato, vila alentejana que se estreia no circuito, a 7 de abril.   
 

Confira os pódios:
 

Classe Absoluto *

1.º Auto Higino – Cláudio Ferreira/João Lucas (Mercedes)

2.º Team Lucrofusão – Marcelo Lopes/Miguel Lopes (Proto XS5)

3.º Sem Stress – Laurindo Mendonça/Luís Moreira (Jimmy Proto Crawler)


Classe Super Proto

1.º Auto Higino – Cláudio Ferreira/João Lucas (Crawler Mercedes)

2.º Sem Stress – Laurindo Mendonça/Luís Moreira (Jimmy Proto Crawler)

3.º Full Stress – Sérgio Ferreira/Jorge Baeta (Crawler Jimmy 4x4)

Classe Proto

1.º Team Lucrofusão – Marcelo Lopes/Miguel Lopes (Proto XS5)

2.º Team RJ69 – Rui Rocha/Pedro Campas (Toyota)

3.º Team JMF – Bruno Fernandes/Eurico Daniel (Proto XS5)

Classe Extreme

1.º Team Rafael e Gomes – Carlos Gomes/Rafael Gome (Nissan Proto)

2.º MCP Team – Miguel Abreu/Paulo Abreu (Jeep Wrangler)

Classe Promoção

1.º JoviTeam – João Fernandes/Tiago Alves (Nissan Patrol)

2.º Sequeiros Estação Serviço Team/Passada Fantástica – Paulo Silva/Ricardo Guerra (Suzuki Samurai)

Classe UTV/buggy

1.º Reciclopeças Team – Carlos Martins/João Pinto (Can-Am XRS)

Classe FUN

1.º Superprint – Tiago Costa/Rodrigo Pinto (Nissan Patrol Y260)


*Apenas as classes Proto e Super Proto vão discutir o título Absoluto

que coroa o campeão dos campeões, sendo que a pontuação por prova é atribuída a consoante o máximo número de voltas ao circuito em menos tempo. 
 

Calendário

7 de abril: Crato

5 de maio: Mação

23 de junho: (local a definir)

4 de agosto: Bragança

13 de outubro: Paredes


Fotos GoAgency

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 1

espagnol
14-03-2019 22:41

Quando eu for grande vou lá estar, coup de coeur

Motores