Renault Talisman ST DCI 200 Initiale Paris Renault Talisman ST DCI 200 Initiale Paris Renault Talisman ST DCI 200 Initiale Paris Renault Talisman ST DCI 200 Initiale Paris Renault Talisman ST DCI 200 Initiale Paris Renault Talisman ST DCI 200 Initiale Paris Renault Talisman ST DCI 200 Initiale Paris Renault Talisman ST DCI 200 Initiale Paris Renault Talisman ST DCI 200 Initiale Paris Renault Talisman ST DCI 200 Initiale Paris Renault Talisman ST DCI 200 Initiale Paris Renault Talisman ST DCI 200 Initiale Paris Renault Talisman ST DCI 200 Initiale Paris Renault Talisman ST DCI 200 Initiale Paris Renault Talisman ST DCI 200 Initiale Paris Renault Talisman ST DCI 200 Initiale Paris Renault Talisman ST DCI 200 Initiale Paris Renault Talisman ST DCI 200 Initiale Paris Renault Talisman ST DCI 200 Initiale Paris Renault Talisman ST DCI 200 Initiale Paris Peugeot 508 SW 2.0 BlueHDI 180 GT Peugeot 508 SW 2.0 BlueHDI 180 GT Peugeot 508 SW 2.0 BlueHDI 180 GT Peugeot 508 SW 2.0 BlueHDI 180 GT Peugeot 508 SW 2.0 BlueHDI 180 GT Peugeot 508 SW 2.0 BlueHDI 180 GT Peugeot 508 SW 2.0 BlueHDI 180 GT Peugeot 508 SW 2.0 BlueHDI 180 GT Peugeot 508 SW 2.0 BlueHDI 180 GT Peugeot 508 SW 2.0 BlueHDI 180 GT Peugeot 508 SW 2.0 BlueHDI 180 GT Peugeot 508 SW 2.0 BlueHDI 180 GT Peugeot 508 SW 2.0 BlueHDI 180 GT Peugeot 508 SW 2.0 BlueHDI 180 GT Peugeot 508 SW 2.0 BlueHDI 180 GT Peugeot 508 SW 2.0 BlueHDI 180 GT Peugeot 508 SW 2.0 BlueHDI 180 GT Peugeot 508 SW 2.0 BlueHDI 180 GT Peugeot 508 SW 2.0 BlueHDI 180 GT Peugeot 508 SW 2.0 BlueHDI 180 GT Peugeot 508 SW 2.0 BlueHDI 180 GT Peugeot 508 SW 2.0 BlueHDI 180 GT Peugeot 508 SW 2.0 BlueHDI 180 GT Peugeot 508 SW 2.0 BlueHDI 180 GT Peugeot 508 SW 2.0 BlueHDI 180 GT Peugeot 508 SW 2.0 BlueHDI 180 GT Peugeot 508 SW 2.0 BlueHDI 180 GT Peugeot 508 SW 2.0 BlueHDI 180 GT

Renault Talisman ST DCI 200 Initiale Paris vs Peugeot 508 SW 2.0 BlueHDI 180 GT

Anti-saturação SUV

CONFRONTO

Por João da Silva 04-01-2020 18:15

Fotos: Gonçalo Martins

As carrinhas francesas que aqui confrontamos aproximam-se em diversos detalhes e afastam-se de forma importante em outros. Comecemos pelos últimos, mais concretamente por aquele em que mais divergem: a estética.

Nesta geração do 508 SW, a Peugeot fugiu ao convencional e apostou num formato muito mais dinâmico e irreverente, rompendo com o conservadorismo que caracterizava as gerações anteriores e que, em geral, é marca registada do segmento D. A carrinha da marca do leão é, e perdoem-nos a apreciação pessoal, uma estampa, cativando ao primeiro olhar, independentemente do ângulo de visão. O rival de ocasião, o Renault Talisman Sport Tourer, exibe uma imagem menos irreverente, mas não deixa de ter um desenho bonito e cativante. Apreciações estéticas que, como se sabe, não valem pontos na nossa classificação, pelo que a sua relevância prática é nula. Na escolha de futuros clientes, contudo, é seguramente um dos fatores mais importantes…

Nos habitáculos encontramos mais diferenças entre as duas carrinhas, e estas com verdadeira relevância pontual, como a habitabilidade: o Peugeot tem maior largura à frente (4 cm), apresentando também melhor posição de condução. Ainda que a solução volante pequeno ainda não seja consensual, a verdade é que o conceito do Peugeot i-Cockpit tem vindo a ser aperfeiçoado e neste 508 sentimo-nos agora bem encaixados no banco e perfeitamente enquadrados com volante e tudo o que está à nossa volta, nomeadamente com o enorme painel de instrumentos digital. É fácil encontrar a melhor posição em frente ao volante, que também encaixa bem nas mãos, quase dando a sensação de que se trata de um joystick de um videojogo. É verdade que a solução se estranha, mas depois entranha-se e torna-se agradável de utilizar.

Também não vamos nada mal sentados no Talisman, cujos bancos dianteiros forrados a couro da versão Initiale Paris são autênticas poltronas, confortando o corpo em viagens longas e segurando-o nas viragens mais fortes. De criticar, apenas, a posição um pouco desenquadrada do banco face ao volante, e daí resulta a penalização face ao 508 na posição de condução. Já no que toca aos materiais utilizados, são globalmente de boa qualidade, havendo, no entanto, alguns elementos em plástico rijo e acabamentos pontuais menos cuidados. Maleita de que também padece o Peugeot, cujo habitáculo também é servido por matérias de boa estirpe intercaladas com elementos mais pobres. Tudo normal. No que toca à ergonomia, nota elevada para os dois modelos, que empatam nesse item, mas interessa fazer uma análise mais pormenorizada a elemento que pode ser (e é-o recorrentemente!) fator de distração nos automóveis modernos: os ecrãs centrais dos sistemas de infoentretenimento (ambos bastante completos, refira-se). Tanto num, como noutro, a posição dos ecrãs não é a mais correta, sendo mais baixa do que o ideal, o que leva a que o condutor tenha que desviar os olhos da estrada para os gerir ou visualizar. Esta é uma situação comum a praticamente todos os fabricantes, pelo que nunca é demais fazer o alerta, até porque parece ser problema que preocupa pouco.

Voltando à habitabilidade, agora dos lugares traseiros, temos situação diversa, sendo o Renault que oferece mais espaço para pernas em comprimento (74 cm contra 71 do Peugeot) e também em largura (140 cm contra 135). A vantagem do Talisman prolonga-se à bagageira, onde a vantagem é de 42 litros.

No que toca às mecânicas, o Renault utiliza o novo 2 litros Blue dCi 200, motor que oferece condução fluida e despachada na generalidade das situações, e isto sem aumentar demasiado os consumos, como prova a média de 6,4 l/100 km que apurámos, apenas 0,6 l/100 km acima do valor oficial. No Peugeot, motor 2.0 BlueHDI de 180 cv muito redondo e igualmente capaz de proporcionar condução sem hiatos, mesmo que a caixa de velocidades não seja particularmente rápida, o que se nota sobretudo nas recuperações mais exigentes. Ora, isso acaba por expressar-se no resultado das medições, em que o Talisman se revela mais eficaz nas retomas, ao passo que o 508 SW se impõe nos arranques. A mecânica do Peugeot mostrou-se também ligeiramente mais gastadora do que a do rival, apresentando média final de 7,1 l/100 km.

Nota final para a excelência do comportamento dinâmico da carrinha 508, modelo capaz de oferecer verdadeiro prazer de condução em estradas sinuosas. Ok, não é rapidíssimo nas transições entre curvas, mas a agilidade que apresenta chega para divertir. E isso é uma grande virtude num familiar.

Nenhuma destas carrinhas de segmento D tem algo de negativamente criticável, apresentando ambas interiores espaçosos, bagageiras com boa volumetria, mecânicas/caixas competentes, condução envolvente e confortável (atenção ao tamanho de pneus/jantes…). Os habitáculos destacam-se pela apresentação elegante (mais irreverente a do Peugeot), riqueza dos detalhes, construção cuidada e materiais globalmente de boa qualidade. Nestas versões topo de gama, GT no 508, Initial Paris no Talisman, o equipamento é farto e bom, o que faz inflacionar ainda mais preços de base puxadotes. Nesta conjuntura, venceu o Peugeot, mas como diz o chavão futebolês, o empate seria o resultado mais justo.

Ler Mais

Ficha Técnica

Características

RENAULT TALISMAN

ST DCI 200 Initiale Paris

PEUGEOT 508

SW 2.0 BlueHDI 180 GT

Motor
Arquitetura 4 cilindros em linha 4 cilindros em linha
Capacidade 1997 cc 1997 cc
Alimentação Inj. direta CR, TGV, intercooler Inj. dir. CR, TGV, intercooler
Distribuição 2 a.c.c./16 v 2 a.c.c./16v
Potência 200 cv/4000 rpm 180 cv/3750 rpm
Binário 400 Nm/1750 rpm 400 Nm/2000 rpm
Transmissão
Tração Dianteira Dianteira
Caixa de velocidades Automática de 6 velocidades Automática de 8 velocidades
Chassis
Suspensão F Ind. McPherson Ind. McPherson
Suspensão T Eixo de torção Eixo multibraços
Travões F/T Discos ventilados/Discos Discos ventilados/Discos
Direção/Diâmetro de viragem Elétrica/10,8 m Elétrica/10,8 m
Dimensões e Capacidades
Compr./Largura/Altura 4,865/1,868/1,465 m 4,778/1,859/1,420 m
Distância entre eixos 2,809 m 2,793 m
Mala 572 - 1681 litros 530-1780 litros
Depósito de combustível 52 litros 55 litros
Pneus F 245/40 R19 235/40 R19
Pneus T 245/40 R19 235/40 R19
Peso 1581 kg 1585 kg
Relação peso/potência 7,9 kg/cv 8,8 kg/cv
Prestações e consumos oficiais
Vel. máxima 215 km/h 230 km/h
Acel. 0-100 km/h 9,1 s 8,4 s
Consumo médio 5,8 l/100 km 6,3 l/100 km
Emissões de CO2 160 g/km 165 g/km
Garantias/Manutenção
Mecânica 5 anos ou 100.000 km 2 anos sem limite de km
Pintura/Corrosão 3/12 anos 3/12 anos
Intervalos entre revisões 30000 km 30000 km
Imposto de circulação (IUC) 258,78 € 258,78 €

Medições

RENAULT

Acelerações
0-50 km/h 3,7 s
0-100 / 130 km/h 9,7 s
0-400 / 0-1000 m 17,1/30,8 s
Recuperações
40-80 km/h (D) 4,2 s
60-100 km/h (D) 5,2 s
80-120 km/h (D) 6,9 s
Travagem
100-0/50-0km/h 37,2/9 m
Consumos
Consumo médio 6,4 l/100km
Autonomia 812 km

Medições

PEUGEOT

Acelerações
0-50 km/h 3 s
0-100 / 130 km/h 8,6 s
0-400 / 0-1000 m 17 s
Recuperações
40-80 km/h (D) 4,7 s
60-100 km/h (D) 5,6 s
80-120 km/h (D) 6,9 s
Travagem
100-0/50-0km/h 35/9 m
Consumos
Consumo médio 7,1 l/100km
Autonomia 774 km