Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S Porsche 911 Carrera 4S BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé BMW M850i xDrive Coupé

Porsche 911 Carrera 4S vs BMW M850i xDrive Coupé

Impactantes

CONFRONTO

Por Paulo Sérgio Cardoso 01-01-2020 14:25

Fotos: Gonçalo Martins

Duas fortes (e muito intensas!) manifestações de carácter, tendo por base premissas tão caras como a performance, foco na tecnologia e, claro, imagem impactante que garanta a máxima dose de exclusividade.

A BMW há muito que não se fazia representar por um verdadeiro Coupé de luxo que acompanhasse os níveis de performance de outros conceituados Gran Turismo. Mas o agora Série 8, em particular a versão M850i, com V8 biturbo de 530 cv e dotado de tração integral xDrive, combina como poucos o conforto de um grande coupé de 4 lugares performances quase ao nível de superdesportivos, mas colocar de lado o requinte e o conforto procurado neste género de automóvel, feito para clientes de máxima exigência. Para tal, o Série 8 não dispensa interior sofisticadíssimo em tudo o que se relaciona com a ergonomia e bem-estar, numa era marcada pela digitalização, que domina a zona central do tablier e o painel de instrumentos. Não falta, também, head up display de grandes dimensões e a cores que projeta bem à frente dos olhos do condutor, no vidro, valorosas informações sobre a condução e navegação, incluindo o limite de velocidade atual na via circulantes e também o limite que irá aparecer alguns metros à frente! Podem surgir aplicações em vidro quartzo no punho da caixa (com iluminação interior), comando rotativo do iDrive e botão de ignição que ajudam a maximizar os predicados luxuriantes e requintados, extensíveis à vasta utilização de pele no tablier, portas e bancos, com a BMW a não deixar a personalização por mãos alheias: é possível combinar diversas cores, como é o caso decorativo da unidade ensaiada, misturando preto e castanho (520 €). Os bancos dianteiros são autênticas poltronas que combinam como poucos os níveis de conforto e multiplicidade de regulações com a necessária virtude ergonómica pretendida num desportivo. E podem ainda ser refrigerados. Sistema de fecho suave das portas está igualmente disponível, para que nada se intrometa com a utilização deste grande Coupé.

Segue-se, ainda, generoso rol tecnológico ao serviço da utilização e da condução, que passa pela exclusiva (e já quase mediática!) chave com display que permite verificar o estado da viatura, à distância, e que (verdade seja dita...) fica sempre bem em cima de qualquer mesa, para impressionar os amigos!

Mas os amigos também vão entrar em delírio quando virem o símbolo da Porsche... Para mais, tratando-se de nova geração de um nome mítico, 911, que agora surge igualmente focada na vertente tecnológica, com este 992 a poder contar com inédito painel de instrumentos digital, assistente de visão noturna e elementos de conectividade alargada (tudo isto igualmente presente no Série 8 da BMW), aliada a sistema de navegação on line que surge como equipamento de origem. À noite, serão os faróis LED adaptativos (3000 €) que ajudarão a acompanhar a velocidade com que tudo se passa, ainda assim um nível tecnologicamente abaixo do sistema laser (2280 €) possível de montar no Série 8. Ou seja, se a Porsche muito apostou na evolução dos conteúdos do 911, o Série 8 da BMW toca os píncaros da atual disponibilidade técnica num automóvel.

Mas terá sido (mais uma vez!) a orientação técnica de olho na dinâmica o alvo preferencial do investimento da Porsche num novo 911. Embora já poucos segredos a carroçaria pareça desvendar, o certo é que o generoso alargamento das vias e utilização de rodas mais largas e de jantes maiores, bem como o trabalho aerodinâmico realizado pelo novo aileron ativo traseiro (capaz de abrir em maior número de ângulo e com área de contacto aumentada em 45%) são atores principais no incremento da estabilidade e, por consequência, na possibilidade de toda a estrutura aguentar mais (e mais!) velocidade, seja em reta ou em curva. Depois, há que dotar o 911 com eixo traseiro direcional e suspensão adaptativa PASM rebaixada (parte do opcional PDCC Sport) para que os (aparente parcos) 450 cv se finquem na estrada com o melhor desempenho possível – e quase inimaginável!

Parte do ADN dinâmico do 911 está assente na configuração base, com motor 6 cilindros boxer ainda e sempre colocado sobre o eixo traseiro, que não só contribui para otimizar a tração (peso recais sobre as rodas traseiras) e aligeirando a dianteira, para a melhor acutilância direcional. O peso contido permite equiparar a relação peso/potência com o mais potente M850i, pelo que o 911 é senhor de acelerações ainda mais lestas, em particular por poderem ser exploradas por caixa automática e sistema de tração integral exímios no melhor aproveitamento da mesma. Os apoios de motor ativos presentes nesta unidade são outra das ajudas notadas na simplicidade com que o condutor pode aproveitar com segurança o máximo poder de aceleração. Na ligação ao solo, casamento quase perfeito com os GoodYear Eagle F1 Assymetric 3 na forma como as reações chegam ao condutor e como o 911 se agarra à estrada como uma lapa, quase colocando em causa algumas leis da Física! Não menos impressionantes são os travões com discos cerâmicos (9237 €) quer pela capacidade em estancar velocidade em escassos metros, quer ainda pela tremenda resistência e leitura sob o pedal, cimentando o crescente de confiança do condutor sobre as performances e controlo dinâmico. No volante do 911, botão rotativo onde é possível navegar pelos modos de condução, onde agora nem falta novo estado ‘Wet’ que garante exímia distribuição da potência pelos dois eixos quando em piso molhado, conferindo ainda mais descontração ao volante.

Mas não se pense que o novo 911 é apenas um carro rápido e fácil de se conduzir! Como seria de esperar, é também fábrica de intensas sensações que podem sem engalanadas pelo tom estridente e rouco do opcional escape desportivo (2694 €). A direção é responsável pela intensa informação que chega às mãos do condutor, permitindo que o 911 se torne verdadeiramente emocionante pelo controlo possível a altas velocidades. Esta constante comunicação permite que se abuse mais um pouco do acelerador, pois a resposta do carro será sempre pura e previsível, havendo apenas a considerar a velocidade elevada com que tudo se passa lá fora! O certo é que o novo 911 está ainda mais exímio na forma como exterioriza a performance em sensações e em equilíbrio dinâmico, tudo resultando numa perfeição na luta contra o cronómetro, caso seja utilizado em pista.

A sensação de sair do rasteirinho 911 para se sentar aos comandos do M850i é quase como passar de um automóvel convencional para um SUV! O coupé da BMW é bem mais encorpado e familiar, e tal também se sente no peso do conjunto e na sensação que vai chegando por intermédio do volante. Nada há a apontar à pujança do V8 biturbo nem à caixa automática de 8 velocidades, de trocas quase tão estridentes como no Porsche. Os modos de condução também permitem ajustar a resposta dos vários elementos dinâmicos e conferir verdadeiras e distintas sensações entre todos eles, incluindo a entoação de escape.

A suspensão da unidade testada, por ser a opcional Adaptativa M Professional (2740 €) tem tato sempre firme para tentar colar o carro à estrada. O certo é que as dimensões e a massa são bem distintas face ao 911 e nem mesmo com o opcional (e mais leve) tejadilho em carbono, o M850i se aproxima às sensações desenhadas pelo 911.

O sistema de tração integral é peça importantíssima para conferir ao BMW quase exemplar patamar de aproveitamento de tamanha potência e binário, mas o certo é que o peso sobre o eixo dianteiro (mesmo com distribuição equitativa do peso sobre os eixos) obriga a levar menos velocidade para o interior de qualquer curva, seja lenta ou rápida. A direção tem correta dose informativa, mas sem o cunho da precisão imediata que só a Porsche sabe incutir em sistema assistido – ou seja, sem que as reações sejam radicais.

Mas pressionando o acelerador, o M850i responde com imenso poder de fogo, colando-se ao 911 em qualquer retoma de velocidade, como comprovámos nas medições. Só na travagem, embora poderosa e com discos sobredimensionados, não consegue acompanhar o brilhantismo do baixinho 911. Porque um desportivo ainda se quer levezinho e colado à estrada...

Em deleites que roçam os 200.000 €, não existe margem para falhar! Entre M850i Coupé e 911 Carrera 4S existem, sim, diferenças que nascem no conceito, com o BMW numa abordagem de potente Gran Turismo focado na tecnologia, requinte e personalização, que não deixa de lado uma dinâmica cuidada para aproveitar os 530 cv e a Porsche a tudo fazer para ganhar as guerras com o cronómetro, num desportivo exemplar e intuitivo no quotidiano.

Ler Mais

Ficha Técnica

Características

BMW Série 8

M850i xDrive Coupé

PORSCHE 911

Carrera 4S

Motor
Arquitetura 8 cilindros em V 6 cilindros opostos
Capacidade 4395 cc 2981 cc
Alimentação Inj. direta, Turbo, Intercooler Inj. direta, biturbo
Distribuição 2x2 a.c.c/32 v 2x2 a.c.c./24 v
Potência 530 cv/5500-6000 rpm 450 cv/6500 rpm
Binário 750 Nm/1800-4600 rpm 530 Nm/2300-5000 rpm
Transmissão
Tração Integral permanente Integral
Caixa de velocidades Automática de 8 vel. Auto, dupla embraiagem, 8 velocidades
Chassis
Suspensão F Ind. multibraços Ind. McPherson
Suspensão T Ind. multibraços Ind. Multibraços
Travões F/T Discos ventilados Discos ventilados e perfurados
Direção/Diâmetro de viragem Elétrica/11,9 m Elétrica/-
Dimensões e Capacidades
Compr./Largura/Altura 4,851/1,902/1,346 m 4,519/1,852/1,300 m
Distância entre eixos 2,822 m 2,45 m
Mala 420 litros 132 litros
Depósito de combustível 68 litros 67 litros
Pneus F 8jx20-245/30 R20 8,5jx20 - 245/35 R20
Pneus T 9jx20-275/30 R20 11,5jx21 - 305/30 R21
Peso 1965 kg 1640 kg
Relação peso/potência 3,7 kg/cv 3,6 kg/cv
Prestações e consumos oficiais
Vel. máxima 250 km/h 306 km/h
Acel. 0-100 km/h 3,7 s 3,6 s
Consumo médio 10 l/100 km 10,5 l/100 km
Emissões de CO2 228 g/km 240 g/km
Garantias/Manutenção
Mecânica 2 anos sem limite de km 2 anos sem limite de km
Pintura/Corrosão 3/12 anos 3/12 anos
Intervalos entre revisões 30000 km 30000 km
Imposto de circulação (IUC) 707,35 € 720,95 €

Medições

BMW

Acelerações
0-50 km/h 1,7 s
0-100 / 130 km/h 3,9/6,5 s
0-400 / 0-1000 m -
Recuperações
40-80 km/h (D) 1,7 s
60-100 km/h (D) 1,7 s
80-120 km/h (D) 2,2 s
Travagem
100-0/50-0km/h 34,9/8,6 m
Consumos
Consumo médio 13,2 l/100km
Autonomia 515 km

Medições

PORSCHE

Acelerações
0-50 km/h 1,4 s
0-100 / 130 km/h 3,4/5,3 s
0-400 / 0-1000 m 11,5/21,1 s
Recuperações
40-80 km/h (D) 1,6 s
60-100 km/h (D) 1,8 s
80-120 km/h (D) 2,1 s
Travagem
100-0/50-0km/h 31/8,8 m
Consumos
Consumo médio 12,3 l/100km
Autonomia 544 km