Ford S-MAX 2.0 TDI vs. Opel Zafira 2.0 CDTI

Lugares cativos

CONFRONTO

Por João Ouro 29-01-2018 20:40

Fotos: Gonçalo Martins

Os monovolumes médios com sete lugares têm perdido terreno para os SUV de igual lotação, mas nalguns casos são mesmo a fórmula mais indicada para as viagens com a família. Como Opel Zafira e Ford S-MAX, que estão entre as melhores propostas nesta categoria. À primeira vista, há um dado comum nos modelos em confronto que resulta do formato e das proporções exteriores quase semelhantes: ambos têm lotação para seis passageiros mais o condutor, numa configuração interior de três filas de bancos (2+3+2).

As medidas estruturais do Ford S-MAX são ligeiramente superiores às das do Opel Zafira, com mais 13 cm no comprimento e cerca de 9 cm adicionais na distância entre eixos, embora essa dimensão não implique que o habitáculo seja mais funcional do que no caso do oponente, este último com excelente amplitude em todas as zonas.

Terceira fila de bancos no Ford S-Max e no Opel Zafira

O monovolume da Opel acaba por ser menos apertado nos lugares da última fila, aí com mais alguns centímetros na distância para os encostos dos bancos da frente (convém que isso seja negociado com os ocupantes da 2.ª fila) e melhor posição para pernas, mesmo que fiquem tão elevadas como acontece no Ford. Tanto num caso como noutro, os acessos exigem algum contorcionismo, mesmo que os bancos laterais da 2.ª fila (deslizantes/elevatórios) facilitem essa tarefa.

Artifício equivalente para ambos é o facto de a 3.ª fila poder ser rebatida ou escondida sob o piso da bagageira, sem que os bancos tenham de ser removidos, como sucedia nalguns monovolumes de outrora. Tratam-se de lugares totalmente cativos, ainda que se possa suspender essa utilização de forma prática.

No caso do S-MAX, há mecanismo automático/elétrico para esse efeito (teclas na lateral da mala, à esquerda) e a operação é rápida (também para a 2.ª fila), enquanto no Zafira há que puxar pelos respetivos esticadores (ou presilhas), numa tarefa inteiramente manual, mas que não é difícil de executar.

Importa dizer que no Opel não há possibilidade de se dispor de abertura elétrica do portão da mala, que no Ford (incluindo função mãos-livres) é opcional, por 610 €. No entanto, às vezes, é preciso ter cuidado com o grau de abertura do portão, já que a posição mais baixa pode dar algumas dores de cabeça. Literalmente!

Já agora, outro aspeto estranhíssimo no S-MAX é que não existe nenhum local específico para arrumar a chapeleira no caso de se optar pelos sete bancos titulares, ao passo que no Opel há compartimento à entrada da mala e debaixo do estrado, em baixo, que serve para isso. No Zafira, o denominado sistema Flex7 também propõe (através de calhas) uma configuração mais confortável da 2.ª fila, ao permitir rebater o banco central (mais estreito) e puxar/recuar os laterais para o meio, naquilo que a marca apelida de Lounge Seating (por 350 €).

Os bancos centrais da 2.ª fila do Ford são individuais e todos de tamanho igual, podendo avançar e recuar (em separado) numa calha ao longo de 16 centímetros, algo que se traduz igualmente numa maior versatilidade, quer para pessoas (ao nível do conforto!), quer para a possibilidade de levar mais carga, ou seja, retirando centímetros daqui, esticando outros para acolá.

Como se entende, às dimensões e a tanto truque, as áreas das malas são enormes (700 litros úteis com 5 lugares) e podem alcançar valores incríveis com os bancos completamente rebatidos. Só mesmo ao alcance dalguns furgões, em especial no caso do S-MAX (2020 litros oficiais). No reverso e com os anfiteatros cheios (com os sete lugares ocupados), o espaço para bagagens pode ser demasiado curto, tanto mais se for necessário levar a tralha de toda a gente para férias. Não dá!

Motores Ford e Opel

Turbodiesel potentes 'aguentam' a carga

De qualquer forma, é muito previsível que não haja dificuldade por parte dos motores turbodiesel em fazer mexer todo esse peso, até porque os rendimentos das mecânicas são elevados: 180 cv na Ford e 170 cv na Opel, ambos com valores de binário máximo iguaizinhos: 400 Nm. As próprias estruturas não têm uma tara reduzida (acima de 1700 kg), mas os formatos baixos das carroçarias são favoráveis à aerodinâmica: a altura não excede 1,66 metros (Classe 1 nas portagens).

O único a ter ajuste variável do amortecimento é o Opel, graças à designada  suspensão FlexRide, incluindo os programas Tour e Sport, este último a empurrá-lo para condução empenhada; a fazer valer, até, a imagem desportiva da linha OPC Line da versão em teste. E é exatamente nessa configuração que é capaz de ultrapassar (pouco!) o S-MAX nas medições (ver ficha técnica), tendo o bloco CDTI atuação progressiva. O agregado da Ford é vigoroso, mas tem resposta menos pronta até às 2000 rpm; a partir daí é vê-lo com outra pressa, chegando a velocidade máxima superior: 211 km/h.

Os consumos são parecidos e de 6,8 a 7,4 litros por cada 100 km, conforme o ritmo. Com a casa cheia esses dados aumentam de forma categórica, como é natural!

O Zafira propõe outra suavidade de condução (direção, pedais e reações da suspensão), mas o Ford é imbatível no comportamento (firme e direto!), um dos melhores da classe nessa matéria.

O veredicto é difícil. Todavia, há detalhes que interessa diferenciar: a melhor eficácia dinâmica do Ford S-MAX contra o lado mais confortável do Opel Zafira, este último pelo amortecimento variável (em opção). Ambos têm interiores amplos, versáteis e bem equipados. O modelo alemão vale-se de ter o preço mais acessível.

Ler Mais

Ficha Técnica

Características

FORD S-MAX

2.0 TDCi Titanium

OPEL ZAFIRA

Tourer 2.0 CDTi OPC Line

Motor
Arquitetura 4 cilindros em linha 4 cilindros em linha
Capacidade 1997 cc 1956 cc
Alimentação Inj. dir. CR, TGV, intercooler Inj. dir. CR, TGV, intercooler
Distribuição 2 a.c.c./16 v 2 a.c.c./16 v
Potência 180 cv/3500 rpm 170 cv
Binário 400 Nm/2000-2500 rpm 400 Nm/1750-2500 rpm
Transmissão
Tração Dianteira Dianteira
Caixa de velocidades Manual de 6 velocidades Manual de 6 velocidades
Chassis
Suspensão F Ind. McPherson Ind. McPherson
Suspensão T Independente Multibraços Eixo de torção
Travões F/T Discos ventilados/Discos Discos ventilados/Discos
Direção/Diâmetro de viragem Elétrica/11.6 m Elétrica/11.4 m
Dimensões e Capacidades
Compr./Largura/Altura 4,796/1,916/1,658 m 4,666/1,928/1,660 m
Distância entre eixos 2,849 m 2,76 m
Mala 285 - 700 - 2020 litros 152 - 710 - 1792 litros
Depósito de combustível 70 litros 58 litros
Pneus F 7,5jx17 - 235/55 R17 8jx19 - 235/40 R19
Pneus T 7,5jx17 - 235/55 R17 8jx19 - 235/40 R19
Peso 1726 kg 1757 kg
Relação peso/potência 9,58 kg/cv 10,33 kg/cv
Prestações e consumos oficiais
Vel. máxima 211 km/h 208 km/h
Acel. 0-100 km/h 9,7 s 9,8 s
Consumo médio 5 l/100 km 5,2 l/100 km
Emissões de CO2 129 g/km 137 g/km
Garantias/Manutenção
Mecânica 2 anos sem limite km 2 anos sem limite km
Pintura/Corrosão 2/12 anos 2/12 anos
Intervalos entre revisões 30000 km 30000 km
Imposto de circulação (IUC) 252,46 € 252,46 €

Medições

FORD

Acelerações
0-50 km/h 3.7 s
0-100 / 130 km/h 9.8 s
0-400 / 0-1000 m 17.1 s
Recuperações
40-80 km/h 3.ª 5 s
60-100 km/h 3.ª/4.ª/5.ª 7.3/11.4 s
80-120 km/h 4.ª/5.ª/6.ª 9.4/13 s
Travagem
100-0/50-0km/h 37.1/9.3 m
Consumos
Consumo médio 6.8 l/100km
Autonomia 1029 km

Medições

OPEL

Acelerações
0-50 km/h 3.2 s
0-100 / 130 km/h 9.3 s
0-400 / 0-1000 m 16.7 s
Recuperações
40-80 km/h 3.ª 5.1 s
60-100 km/h 3.ª/4.ª/5.ª 6.7/9.4 s
80-120 km/h 4.ª/5.ª/6.ª 9/12.1 s
Travagem
100-0/50-0km/h 38,6/9,5 m
Consumos
Consumo médio 7 l/100km
Autonomia 828 km