Ford Bronco: Ícone americano chega (finalmente!) à Europa

Depois do Mustang, a Ford confirma o lançamento de mais uma lenda americana na Europa: pela primeira vez, o Bronco, ‘puro e duro’ rival do Jeep Wrangler, estará disponível num número limitado de unidades em alguns mercados do Velho Continente, a partir de finais de 2023.

Apresentação

Por Vítor M. da Silva 04-07-2022 14:20

O Bronco tem mais de 50 anos, mas a Ford nunca o vendeu no Velho Continente (oficialmente…).

Agora, o icónico todo-o-terreno quer deixar a sua marca em mais mercados do que apenas o norte-americano. A 6.ª geração (U725) chegará, finalmente, à Europa, com chassis novo, motores revistos e mais qualidade e sofisticação. Lançamento em 2023, em número limitado de unidades, com o sistema exclusivo Terrain Management System, com até sete modos de condução selecionáveis, Trail Toolbox e suspensão off-road de elevado desempenho. Uma vasta gama de acessórios disponíveis em opção inclui barras e tendas para pernoitar com todo o conforto no automóvel. 

O "G.O.A.T" americano

O Bronco ocupa um lugar único na história da Ford e do automóvel nos Estados Unidos enquanto todo-o-terreno acessível: o brinquedo perfeito para qualquer amante da condução na natureza volante que por um valor equivalente a menos de 30.000 euros pode aceder ao clube dos ‘puro e duros’. Mais ou menos, o que representa o Mustang enquanto ‘muscle car’ acessível e elevado ao estatuto de automóvel de culto.

A geração nova do 4x4 lançado originalmente em 1966, mantém intacta a aposta no visual robusto de linhas quadradonas e com inspiração retro e as aptidões excecionais para a condução em fora de estrada.  

Na verdade, o Bronco recebeu no lado de lá do Atlântico a alcunha de G.O.A.T (Goes Over Any Type of Terrain, ultrapassa qualquer tipo de terreno, numa tradução livre para português), muito por culpa da ação imparável do sofisticado sistema de tração às quatro rodas e tecnologias inovadoras ideais para a aventura, incluindo Trail Control, e até sete modos de condução: Normal, Eco, Sport e Slippery, além dos modos dedicados off-road: Mud/Ruts, Sand e um modo Baja, opcional e inspirado na competição.

O Bronco pode ser equipado como uma caixa de transferência eletrónica de duas velocidades, que permite a engrenagem em movimento, ou uma caixa de transferência eletromecânica de duas velocidades com um modo automático, o qual permite ao sistema alternar facilmente entre tração às duas rodas e tração integral em função das condições de utilização. O bloqueio do diferencial traseiro é de série, estando disponíveis, em opção, o bloqueio do diferencial dianteiro e um sistema de desativação da barra estabilizadora dianteira, soluções que proporcionam a máxima articulação em condições exigentes.

De série, um conjunto de características únicas, tais como painéis amovíveis, pontos de montagem integrados concebidos especificamente para acessórios e materiais fáceis de limpar.

“O Bronco é o mais robusto e versátil todo-o-terreno da Ford, e a nova geração conjuga o ADN do modelo original com as mais recentes tecnologias para condução fora de estrada e uma vasta gama de acessórios, criando, assim, um novo ícone do todo-o-terreno”, declarou Matthias Tonn, engenheiro chefe, Importação de Veículos da Ford Europa. “Após o enorme sucesso do novo Bronco nos EUA, é com grande entusiasmo que propomos aos nossos clientes europeus uma porção deste nosso espírito de aventura.”

Vida para além dos SUV

Numa altura em que os formatos mais aventureiros do mercado estão praticamente confinados às cidades, ainda há espaço para 4x4 da ‘velha escola’. Prova-o a performance comercial do modelo, que impulsionou até a oval azul a levar o sucesso a outras latitudes. “O Bronco foi concebido para oferecer aos clientes liberdade de utilização, com confiança. Este modelo icónico adapta-se perfeitamente a qualquer tipo de aventura que se pretenda explorar sem sacrificar o conforto, a versatilidade ou o desempenho. É o veículo todo-o-terreno mais robusto e mais versátil da Ford, e vai proporcionar aos nossos clientes europeus excelentes momentos de diversão”, acrescentou Matthias Tonn.

Regresso esperado

De acordo com a Ford, o lançamento da primeira geração nos EUA em 1966, o Bronco tem sido sinónimo do  expoente máximo de liberdade, diversão e aptidões para aventuras ao livre. Após uma ausência de 25 anos, a Ford reintroduziu o icónico Bronco na América do Norte em 2020, mantendo-se fiel ao ADN original mas introduzindo novas e inovadoras características e funcionalidades para as suas aptidões todo-o-terreno.

Partindo de uma folha de papel em branco, a equipa de design do Bronco recriou a lenda do TT, mantendo elementos-chave, com a frente do veículo apresenta a tradicional grelha a toda a largura, com faróis redondos e o expressivo logótipo, conferindo um visual verdadeiramente único. Os painéis da carroçaria de linhas quadradas foram concebidos para facilitar a visibilidade exterior das extremidades do SUV e, por conseguinte, facilitar o posicionamento do veículo em situações off-road mais exigentes.

As abas em plástico aparafusadas aos guarda-lamas e os pontos de mira ajudam o condutor a localizar os cantos do veículo e podem também ser utilizados como pontos de fixação de cabos capazes de suportar até 68 kg.

O Bronco na Europa terá quatro portas (todas podem ser removidas) e uma capota rígida amovível completa, em quatro painéis (os sacos de armazenamento específicos para guardar os dois painéis frontais a bordo garantem a máxima flexibilidade).

Estrategicamente colocados em diversos locais do veículo, o Bronco possui vários detalhes dissimulados (Easter eggs), que evocam a tradição do Bronco e que foram concebidos para  serem descobertos pelos proprietários à medida que utilizam o seu veículo. Alguns exemplos: logótipos Bronco escondidos, um gráfico com a gama de versões originais de 1966, um abridor de garrafas incorporado no interior e coordenadas GPS, igualmente dissimuladas, respeitantes a locais utilizados nos testes de desenvolvimento do Bronco.

“Era fundamental que o regresso do Bronco respeitasse o legado do icónico e robusto SUV original”, referiu Paul Wraith, designer-chefe do Bronco. “Todas as decisões que tomámos acerca do design do Bronco foi no sentido de servir melhor os nossos clientes, maximizar as suas aptidões na natureza, a sua independência como marca, e não deixar nada de fora, incluindo a estampagem das cabeças dos parafusos e o ‘lettering’ nos pneus.”

Adaptado à era moderna

Embora com uma concepção pensada para as mais duras condições de utilização, o Bronco não faz concessões em termos de soluções de conforto ou conveniência. Um painel de instrumentos de 8 polegadas, parcialmente em TFT, está emparelhado com um touchscreen central LCD de 12 polegadas, com acesso ao sistema de comunicação e entretenimento SYNC 4 de última geração, 4 que beneficia das atualizações de software sem fios Ford Power-Up, garantindo uma funcionalidade melhorada ao longo do tempo.

O Bronco oferece também pontos de fixação no topo do painel de instrumentos para alojar um suporte de dispositivos, permitindo aos clientes fixar as suas câmaras ou telemóveis com ligações dedicadas de 12 V e USB.

Os sistemas Apple CarPlay e Android Auto 5 são de série, juntamente com um equipamento áudio B&O Premium Sound System 6 com 10 altifalantes e subwoofer, totalmente integrado na app FordPass 7, disponível em opção. Mesmo em situações mais radicais, o Bronco está atento a tudo com um sistema de câmaras a 360 graus com visão off-road, montado de série, o qual permite ver as rodas (o que é impossível de fazer no lugar do condutor) e incrementar a visibilidade durante as fases de condução técnica mais exigentes, tais como trilhos pedregosos.

Nos Estados Unidos, o Bronco vende-se com motores Ecoboost de quatro e seis cilindros (2,3, 2,7 litros e 3,0 litros), desconhecendo-se para já qual a motorização escolhida para a Europa.

Ler Mais

Conte-nos a sua opinião 0

Apresentação