Skoda Kodiaq RS

Máxima força

Apresentação

Por Paulo Sérgio Cardoso 13:00

Por mais habituados que estejamos a lidar com SUV de todo o género e feitio, vê-los como desportivos é como questionar o que faz um urso polar na savana africana! E se a estes conceitos antagónicos adicionarmos o factor Diesel, quase que perdemos um dos pilares que sustentam o prazer da condução!

Mas a Skoda muito prometeu na estreia da sigla RS a apadrinhar um SUV, para o efeito, o modelo topo de gama da marca, o Kodiaq. Que, tendo como estrela da companhia a mecânica 2.0 TDI biturbo, de 240 cv (presente, por exemplo, nos VW Passat e Tiguan) faz deste o Skoda Diesel mais potente de sempre, além de somar um daqueles caprichos de imagem, que permite ao Kodiaq RS ser o mais rápido SUV de sete lugares numa volta ao traçado de Nürburgring!

A suportar a sigla RS está não só apurado trabalho decorativo que fica essencialmente a cargo das jantes de 20’’, frisos negros nas molduras das portas, grelhas e barras no tejadilho, como também muito equipamento de série, caso das espetaculares bacquets dianteiras cujos revestimentos em pele e alcantara (abrilhantados por costuras a linha vermelha) se estendem aos bancos da segunda e terceira filas. À frente dos olhos do condutor, estreia de painel de instrumentos de animações digitais, com vários ambientes de visualização, possíveis de personalizar. Também variados são os modos de condução oferecidos e diversas as personalizações dos mesmos, abrangendo tanto a resposta do motor ao acelerador, como a capacidade de amortecimento ou a sonoridade de escape – os dois últimos podem variar em três níveis. Entre os equipamentos de origem, destaque, ainda, para a iluminação exterior totalmente LED, jantes de 20’’, sistema de navegação e caixa automática DSG.

Para garantir o melhor domínio dos 240 cv/500 Nm, o Kodiaq RS não dispensa sistema de tração integral que, na essência, é o mesmo com tecnologia de embraiagem multidiscos (Haldex) das versões 4x4 da restante gama, havendo apenas, segundo os técnicos com quem falámos, «ligeiros ajustes eletrónicos que gerem a forma de fazer chegar a potência às rodas, embora se mantenha a capacidade de encaminhar 85% da força até um dos eixos». As leis dos três níveis do amortecimento variável também não mudam, embora os amortecedores utilizados sejam novos e de taragem específica. A altura ao solo foi igualmente mantida. Tendo em conta que se trata de variante de elevada tónica desportiva, não deixa de ser curioso que uma das novidades seja a inclusão do modo condução Snow; outra novidade é a presença de sistema de direção progressiva.

Ostentar a (nova) sigla (vermelha) RS não fez com que o Kodiaq perdesse pitada do sentido prático que está na génese deste SUV de 7 lugares, com muito espaço, ampla bagageira (com abertura elétrica do portão) e diversos locais de arrumo. A que o RS não enjeita a possibilidade de somar pack que inclui encostos de cabeça traseiros com ajustes laterais mais pronunciados e umas mantinhas para aquecer as pernas! Já para o condutor, o aquecimento pode surgir via exploração das performances dos 240 cv do 2.0 biturbo TDI, que ainda assim não chegam para incomodar a segurança incutida pelo sistema de tração integral. Embora o ímpeto do motor esteja presente numa ampla faixa de rotação, acaba por ser o desempenho nos regimes elevados que mais surpreende. Mantendo sempre postura certeira em estrada, o efeito peso não ajuda à obtenção de prazer dinâmico de desportivo.

Ler Mais

Ficha Técnica

Caracteristicas

SKODA KODIAQ

RS

Motor
Arquitetura 4 cilindros em linha
Capacidade 1968 cc
Alimentação Inj. direta CR, biturbo, intercooler
Distribuição 2 a.c.c./16v
Potência 240 cv/4000 rpm
Binário 500 Nm/1750-2500 rpm
Transmissão
Tração Integral
Caixa de velocidades Auto, dupla embraiagem, 7 velocidades
Chassis
Suspensão F Ind. McPherson
Suspensão T Eixo multibraços
Travões F/T Discos ventilados
Direção/Diâmetro de viragem Elétrica/11,6 m
Dimensões e Capacidades
Compr./Largura/Altura 4,699/1,882/1,685 m
Distância entre eixos 2,79m
Mala 230-(520-715)-1950 litros
Depósito de combustível 60 litros
Pneus F 235/45 R20
Pneus T 235/45 R20
Peso 1913 kg
Relação peso/potência 8 kg/cv
Prestações e consumos oficiais
Vel. máxima 220 km/h
Acel. 0-100 km/h 7 s
Consumo médio 6,4 l/100 km
Emissões de CO2 167 g/km
Garantias/Manutenção
Mecânica -
Pintura/Corrosão -
Intervalos entre revisões -
Imposto de circulação (IUC) -

Conte-nos a sua opinião 0

Apresentação